Pessoas abandonam animais em frente ao portão da Dibea; é crime

Na semana passada uma pessoa parou a moto deixou seu animal e foi embora. Câmera de segurança registrou o fato

0
332
Câmera de segurança registrou o fato

A Diretoria do Bem-Estar Animal de Florianópolis alerta que, o abandono de animais é crime, e que além de serem multados, os tutores serão processados pelo Ministério Público.
Desde o final do ano passado, a Dibea tem servido de local para abandono de animais. De acordo com a diretora Fabrícia Costa, pessoas chegam de carro, moto ou mesmo a pé e deixam seus animais em frente ao portão do órgão, localizado ao lado do cemitério do Itacorubi. “Na semana passada, uma pessoa parou uma moto, deixou um cachorro e foi embora. A câmera de segurança registrou as imagens e o caso já foi encaminhado à Justiça”, relata Fabrícia. As imagens foram encaminhadas para a 5ª Delegacia de Polícia da Trindade, que abriu processo de investigação e através da placa do veículo chamará a pessoa para dar depoimento.

Casos como este ocorrem pelo menos uma vez por semana na Dibea. Fabrícia explica que, a falta de políticas públicas para controle populacional de animais domésticos nos municípios vizinhos e o período de férias tornam a Dibea um local de abandono. “Todos os dias chegam pessoas residentes de outras cidades para se desfazer de seus animais em Florianópolis. Outras alegam que estavam passando e encontraram o animal perdido nas margens da BR-101 ou então simplesmente os amarram no portão e vão embora. Estamos sempre trabalhando com lotação máxima de animais e ainda temos que absorver a demanda de outras cidades, é uma situação triste e lamentável”. Todos os animais abandonados recebem tratamento e cuidados veterinários na Dibea e permanecem no canil municipal para adoção.