Servidora de carreira é a primeira mulher a presidir a Epagri

Edilene tem 17 anos de serviços prestados à companhia e será a primeira mulher a ocupar a presidência

0
226

O governador Carlos Moisés anunciou, sexta-feira, 25, a funcionária de carreira Edilene Steinwandter como nova presidente da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina S.A. (Epagri). Edilene tem 17 anos de serviços prestados à companhia e será a primeira mulher a ocupar a presidência.

Em reunião no gabinete do Centro Administrativo, com a presença do secretário de Estado da Agricultura e Pesca, Ricardo de Gouvêa, o governador e a nova presidente discutiram os primeiros encaminhamentos para tornar a atuação da empresa ainda mais eficiente.

“A Epagri desenvolve um trabalho de excelência organizando a cadeia produtiva rural com assistência técnica e pesquisas que permitem aumentar a produtividade e também a renda do nosso produtor, vamos fortalecer cada vez mais esse compromisso com todos os envolvidos neste setor que contribui de forma tão expressiva com Santa Catarina”, enfatizou o governador.

“Eu trabalho há 17 anos na Epagri e agora me sinto muito motivada em assumir esse desafio porque realmente acredito na proposta de mudança do atual Governo”, expressou Edilene, afirmando que com gestão eficiente é possível otimizar recursos e potencializar os bons resultados que vêm se aprimorando há décadas na relação entre a técnica e o trabalho do produtor rural.

Após o anúncio, Steinwandter recebeu também os cumprimentos da vice-governadora Daniela Reinehr.

Edilene é mestre em Zootecnia e, entre outras especializações, tem experiência nas áreas de extensão rural e produção animal, com ênfase em bovinocultura de leite, pastagem e forragicultura. A nova presidente faz parte de um seleto grupo de funcionários de carreira que chegaram à presidência da Epagri.