Palhoça recebe embaixador de Luxemburgo para abertura de um consulado na cidade

Prefeito recebeu uma carta do Grão-Duque de Luxemburgo, Henrique Alberto, oficializando a abertura do órgão

0
127

O prefeito Camilo Martins recebeu em seu gabinete o embaixador de Luxemburgo no Brasil, Carlo Krieger, e a cônsul Karen Schwinden, para tratar da instalação do consulado luxemburguês em Palhoça. Palhoça foi a cidade escolhida para sediar o quinto consulado de Luxemburgo no país e o único no estado, que tem mais de cinco mil descendentes de luxemburgueses.

O encontro teve caráter diplomático, já que o consulado não possui vínculos com o poder público e, por isso, não gera nenhum ônus ao município, apenas benefícios. Na ocasião, o prefeito recebeu, do embaixador e da cônsul, uma carta oficial enviada pelo Grão-Duque de Luxemburgo, oficializando a abertura do consulado em Palhoça. Após as apresentações, as autoridades presentes foram conhecer as instalações do órgão representativo de Luxemburgo na cidade.

O prefeito Camilo Martins lembra o motivo da escolha por Palhoça para sediar o órgão: “Em nossa cidade, residem diversas famílias originárias de Luxemburgo. Além disso, em municípios que já integraram o território palhocense, como Santo Amaro da Imperatriz, Águas Mornas, Anitápolis, São Bonifácio, Garopaba e Paulo Lopes, também há uma grande quantidade de sobrenomes oriundos do país europeu. É uma honra fazer parte deste momento histórico para a nossa cidade. Somos gratos a todos os envolvidos, em especial a cônsul Karen, minha conterrânea, que não mediu esforços para que Palhoça recebesse o seu primeiro consulado”, ressaltou o prefeito.

O órgão, que atende todo o estado, funciona na Rua José Maria da Luz, nº 2.827, no Centro da cidade, e o telefone para contato é (48) 3374-7801. As funções do consulado incluem acolher e proteger o luxemburguês em território brasileiro, baseado nas leis do país de origem, além de informar sobre o fornecimento de vistos e cidadanias para entrada no país europeu.

Luxemburgo

Luxemburgo, o único Grão-Ducado ainda existente, é um pequeno país com pouco mais de meio milhão de habitantes, situado no continente europeu entre a Bélgica, França e Alemanha.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome