Crianças de creche da Capital são incentivadas a usarem outras partes do corpo para pintar

Os pequenos se inspiraram nas obras da Associação dos Pintores com a Boca e os Pés

0
101

As crianças de cinco anos de idade do Núcleo de Educação Infantil Municipal de Florianópolis Monteiro Lobato, situado no Carianos, estão conhecendo obras de artistas plásticos brasileiros, como Tarsila do Amaral, Romero Britto, Joan Miró, Luciano Martins, Cândido Portinari, Gustavo Rosa e Ivan Cruz.

No entanto, o projeto vai além. As professoras Nayara Barcellos, Nádia Silva, Andréa Rodrigues, Eni da Silva e Vanessa Ramos apresentaram também às crianças trabalhos de integrantes da Associação dos Pintores com a Boca e os Pés. Mais tarde, foi a vez dos pequenos colocarem em prática esta diferente maneira de pintar.

Considerando que as crianças, desde cedo, interagem com diversas manifestações artísticas, as professoras destacam o valor da arte no processo de desenvolvimento social de cada uma delas. Para as profissionais, os pequenos intensificam as habilidades de percepção, imaginação, lateralidade e ampliam seu universo cultural.

“Atividades como esta permitem que as crianças possam experienciar a realidade de pessoas com deficiência. A rede busca orientar suas práticas pedagógicas para que oportunizem um olhar mais atento e reflexivo sobre as diversas possibilidades e potencialidades de todos os estudantes”, salienta o secretário de Educação, Maurício Fernandes Pereira.

A Associação dos Pintores com a Boca e os Pés é uma organização internacional. Um dos seus propósitos é fazer contato com pessoas com deficiência que gostariam de aprender a pintar e ganhar seu próprio sustento através dessa capacidade