Imóveis são lacrados e multados por lançamento irregular de esgoto no Córrego Grande

Entre segunda (15) e quarta-feira (17), onze proprietários foram multados pela Floram em pelo menos R$ 5.000,00 e a força-tarefa promoveu 13 lacres em tubulações que estavam lançando efluentes nos canais de alimentação do rio

0
95

Com o objetivo de identificar imóveis que estejam contribuindo para a poluição do rio que dá o nome do bairro Córrego Grande, a Prefeitura de Florianópolis promoveu esta semana uma fiscalização contra ligações clandestinas na região. Entre segunda (15) e quarta-feira (17), onze proprietários foram multados pela Floram em pelo menos R$ 5.000,00 (Decreto Federal 6.514/2008) e a força-tarefa promoveu 13 lacres em tubulações que estavam lançando efluentes nos canais de alimentação do rio. Na ação, somente uma residência estava com a situação adequada conforme normas sanitárias e de meio ambiente.

O vice-prefeito, João Batista Nunes, que acompanhou a operação, avaliou que a prioridade é preservar o rio.

“Antigamente, nossas mães usavam a água do córrego para cozinhar e lavar. Hoje, é inadmissível que os próprios moradores não tenham cuidado com esse mesmo córrego despejando esgoto e acabando com o que é mais sagrado da natureza que é a água. A ação da Prefeitura vem para restabelecer o ordenamento natural e a importância do Córrego Grande não apenas para os moradores do bairro, mas principalmente para o mangue da Bacia do Itacorubi, o maior manguezal urbano de Santa Catarina. Não vamos passar a mão na cabeça de ninguém. A fiscalização será rigorosa”, disse Nunes.

Intitulada como Blitz Se Liga Na Rede, a fiscalização contou ainda com fiscais da Vigilância em Saúde, equipes técnicas do Floripa Se Liga Na Rede e da Casan. Foram alvos da ação as servidões Maria Juliana Cordeiro e Laurentino da Silva. Na última via, três residências estavam lançando os efluentes diretamente no curso d’água, o que foi comprovado por testes de corante.

Blitz Se Liga Na Rede

Esta foi a 17ª ação desde outubro de 2018, quando órgãos que integram o Grupo Sanear passaram a atuar em conjunto para fiscalizar ligações clandestinas e imóveis com histórico de denúncias. A Blitz Se Liga Na Rede já passou pelos bairros Ingleses (5 vezes), Cachoeira do Bom Jesus (2), Canajurê (2), Joaquina, Bom Abrigo, Jurerê Internacional, Campeche (2), Balneário Estreito (2) e o Centro Histórico. Foram fiscalizados residências, imóveis comerciais, shopping center, hotéis, restaurantes, pousadas, condomínios e edifícios. A ação ocorre semanalmente, entre segunda e quarta-feira, das 8h às 13h.

Ruas fiscalizadas

– Servidão Maria Juliana Cordeiro
– Servidão Laurentino da Silva

Resultado da ação
Multados Floram – 11
Autuado Vigilância – 1

Lacres – 13

Irregularidades
Esgoto na pluvial – 11
Esgoto diretamente no rio – 3
Esgoto a céu aberto – 1