PM, Prefeitura de Florianópolis e FCB firmam parceria em prol da Vila União

Objetivo da parceria é incrementar a execução dos serviços de convivência e fortalecimento de vínculos comunitários na Vila União, no Norte da Ilha

0
146

Foi assinado no início da tarde desta quarta-feira, 15, na Prefeitura de Florianópolis, um acordo de cooperação através da Secretaria Municipal de Assistência Social, Federação Catarinense de Basketball (FCB) e Polícia Militar, como forma de incrementar a execução dos serviços de convivência e fortalecimento de vínculos comunitários na Vila União, no Norte da Ilha.

A PMSC realiza na comunidade a Operação Mãos Dadas, desde o ano passado, onde busca estar mais presente no dia a dia daquela comunidade, afastando o crime organizado e buscando parceiros para revitalização da região, de forma ordenada e segura para os moradores.

Com o acordo, algumas questões passam a ser prioridades, como as reformas dos centros Comunitários e de Convivência, reforma da quadra de esportes e paisagismo.

Inicialmente, serão repassados R$ 600 mil para que as benfeitorias possam ser realizadas, bem como custear os profissionais (professores escolares, professores de educação física, psicólogos e nutricionista) que continuarão trabalhando no local pelos próximos 21 meses.

“Há algum tempo já vínhamos aguardando parcerias como esta, para podermos dar continuidade ao projeto”, comentou a capitão Gabriela Bortolini Pizolatti Miranda Ramos, do 21º Batalhão de Polícia Militar, responsável pela operação na comunidade da Vila União. “Até passa um filme na minha cabeça. Nossas ações iniciaram por lá no dia 17 de agosto de 2018, em um cenário bastante hostil. Medidas repressivas fizeram parte das primeiras medidas na comunidade, que nem mais contava com os serviços básicos de coleta de lixo”, recordou a policial. “Hoje, escutamos as pessoas agradecendo e não querendo que saiamos mais de lá. A realidade mudou”, afirmou.

Para o comandante do 21º BPM, tenente-coronel Sinval Santos da Silveira Júnior, as mudanças são nítidas. “Hoje, quem for lá, consegue perceber a transformação do local. A paz e a tranquilidade retornaram àquela comunidade, que era uma das áreas mais críticas do nosso batalhão”, garantiu o oficial. “E nada disso seria possível sem o engajamento e comprometimento das pessoas envolvidas”, reconheceu o comandante.

Já para o comandante-geral da PMSC, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, a assinatura do acordo só vem de encontro ao ideal de estar “presente e protegendo”. “Realmente era um dos lugares mais violentos da cidade, sem sombra de dúvidas. Agora, após nossas ações, as coisas estão mudadas por lá”, avaliou o comandante. “Adotamos um modelo de intervenção europeu, que só confirma que estamos na direção certa. E a nossa pretensão é expandir esse modelo para outras comunidades”, colocou. “Com nossas ações, a Polícia Militar permite que a Prefeitura cumpra sua missão”, enfatizou Araújo Gomes.

Ao falar, das ações que serão disponibilizadas à comunidade, a secretaria municipal de Assistência Social, Maria Cláudia Goulart da Silva, garante que os todos os serviços já estão planejados e em menos de três meses já estarão disponíveis à comunidade. “Nossa ideia é focar no contra turno escolar. Desde a alimentação até os trabalhos desenvolvidos. E todo o gerenciamento das ações será feito pela Secretaria Municipal de Assistência Social da Prefeitura”, explicou a secretária. “Queremos que as pessoas possam levar uma vida normal por lá. E os eventos sociais, que já foram realizados por lá, só vêm de encontro às nossas pretensões, nesta fase de aproximação.

Para o prefeito da Capital, Gean Loureiro, a parceria só agrega e tem tudo para servir como modelo e referência. “A Fundação Catarinense de Basketball deu um voto de confiança à Prefeitura. Eles poderiam fazer outras ações, por conta própria. Mas, preferiram buscar a gente e fomentar projetos importantes como este. Um projeto diferenciado e transformador”, elogiou o prefeito Gean Loureiro.

“Juntos, podemos ir muito longe. E coronel Araújo Gomes, saiba que a Prefeitura estará sempre à disposição. Reconhecemos a nobreza da missão da PM e sabemos da importância da presença da corporação por lá”, enfatizou Gean.

“E sem vocês, nós não poderíamos estar lá. Quando precisarem da gente, estaremos sempre à disposição, sinalizou o presidente da Federação Catarinense de Basketball, Fábio Deschamps.