Centro de Saúde do Pantanal oferece grupos de yoga à comunidade

Todas as sextas-feiras, comunidade e pacientes da rede pública de saúde se encontram às 15h para a prática da técnica

0
55

Florianópolis é considerada, pelo Ministério da Saúde, referência no campo de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS). O município possui 49 unidades de saúde e cerca de 90% delas disponibilizam alguma prática integrativa, como acupuntura, yoga, auriculoterapia, oficinas de plantas medicinais e cultivo de hortas medicinais.

No Centro de Saúde do Pantanal, por exemplo, todas as sextas-feiras um grupo se reúne para a prática do Yoga, técnica milenar apresentada sob a perspectiva do autocuidado e autonomia e que promove a melhora sistêmica e integrada da qualidade de vida dos pacientes.

Para Vitor Hugo Alcantara, técnico em enfermagem responsável pelos grupos de yoga do CS Pantanal, os efeitos positivos da prática podem ser sentidos imediatamente.

-Recebemos pessoas de todas as idades e locais de Florianópolis. Mais do que um grupo de yoga é um grupo terapêutico, onde trabalhamos sentimentos, respiração, relaxamento e buscamos redescobrir a alegria e positividade da vida.

Além disso, o instrutor explica que é possível utilizar técnicas do yoga para tratar problemas físicos específicos e aliviar dores.

Para dona Marlene Beninca Gomes, aposentada de 70 anos e moradora do Córrego Grande, a prática a ajuda a relaxar e diminuir a ansiedade.

– Eu participo de outros grupos mas o yoga sempre me ajudou muito a enfrentar a ansiedade e na minha dificuldade para dormir. Eu gosto de encontrar terapias alternativas e elas realmente funcionam para mim.

As PICS são desenvolvidas pela equipe de Atenção Primária da Capital e auxiliam no tratamento da dor crônica, no combate ao estresse, depressão e ansiedade, entre outros.

Rogério Duarte, coordenador da comissão de práticas integrativas, explica que Florianópolis se tornou referência, devido ao fato de os atendimentos serem descentralizados, isto é, realizados nas comunidades e pela capacitação continuada dos profissionais de saúde. “Enquanto em muitas cidades os atendimentos são centralizados num só local, nós disponibilizamos em praticamente todas as unidades da rede”.

A inclusão das PICs como uma ferramenta terapêutica complementar é essencialmente importante em alguns casos, já bastante evidenciados cientificamente, tais como o uso da acupuntura para dores crônicas e distúrbios emocionais (depressão, ansiedade, estresse, insônia de origem nervosa), homeopatia para alergias e fitoterapia para disfunções gastrointestinais.

No Centro de Saúde do Pantanal, os grupos de yoga se encontram todas as sextas-feiras, às 15h. A participação é aberta a toda a comunidade e não tem restrições de idade. Procure a unidade de referência do seu bairro e informe-se sobre as PICS disponíveis na região.