Guarda Municipal de Balneário Camboriú visita a Central Integrada de Videomonitoramento de São José

Equipamento é referência em ações de Segurança para outras cidades do estado

0
17
FOTOS: DIVULGAÇÃO

A Central Integrada de Videomonitoramento de São José se destaca entre
as ações voltadas à inovação tecnológica na área de Segurança. O
espaço, que já é referência para outras cidades do estado, tem
recebido visitas de outros municípios interessados em desenvolver
projetos nos mesmos moldes adotados em São José.

Nesta quinta-feira (5), um grupo de 35 alunos Guardas Municipais de
Balneário Camboriú (GMBC), que está em formação na Academia da
Polícia Civil (Acadepol), visitou o espaço. Eles aproveitaram para
conhecer o trabalho desenvolvido pela Guarda Municipal de São José
(GMSJ) e pela Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Social e
Trânsito.

A visita foi acompanhada pelos agentes do Setor de Inteligência
Integrado da GMSJ e pelos agentes da polícia civil Emerson Lígio,
instrutor da disciplina de tecnologia policial; Andrea Hoeller,
coordenadora pedagógica da Acadepol e Alex Roussenq Amaral, chefe de
operações e coordenador do curso de formação da GMBC.

Os alunos conheceram a Central Integrada de Videomonitoramento, a
Central de Despacho de Ocorrências da GMSJ/Policial Militar e o Núcleo
de Inteligência Integrado. Foi apresentado aos visitantes as atividades
realizadas, os equipamentos utilizados, os dados da redução dos
índices de criminalidade do município e toda a integração entre os
órgãos de segurança que produziram esses resultados positivos.

“O sistema adotado em São José, no que se refere a parcerias,
serviços e integração, é o único que serve de modelo no Estado. É
um orgulho poder mostrar um pouco do trabalho que estamos realizando no
município e, principalmente, poder apresentar a eles a nossa Central de
Videomonitoramento, que tem nos permitido monitorar a cidade 24 horas
por dia”, reforçou a Secretária de Segurança, Defesa Social e
Trânsito, Andrea Pacheco.

O comandante da GMSJ, Marcelo Luiz de Souza, lembrou que a Central é um
modelo inédito de integração entre as forças de Segurança e que o
uso da tecnologia tem facilitado a atuação dos agentes nas ruas. “A
capacidade de levantamento de dados e de informações que a Central
repassa aos agentes acaba gerando mais segurança ao próprio efetivo,
que sai para os atendimentos externos com mais orientação e passa a
ser mais assertivo a cada ocorrência”, explicou.

Para o chefe de operações e coordenador do curso de formação da
GMBC, Alex Roussenq Amaral, a troca de experiências entre as
instituições, principalmente para os alunos em formação conhecerem a
realidade de outros municípios e novos modos operacionais, é
fundamental. “O Núcleo de Inteligência Integrado é composto por uma
equipe de excelentes profissionais. Conhecemos o modo como atuam e como
solucionam as ocorrências e isso nos mostrou que o trabalho em
conjunto, sem vaidades, colocando o cidadão como prioridade, tende a
ser muito mais eficaz”, concluiu Alex.

A Central Integrada de Videomonitoramento é um projeto desenvolvido
pela Prefeitura de São José por meio da Secretaria Municipal de
Segurança, Defesa Social e Trânsito, em parceria com a Polícia
Militar, Polícia Civil e GMSJ. Atualmente, mais de 100 pessoas
trabalham diariamente em turnos de escala no local. São cerca de 80
operadores, sendo 30 deficientes físicos, que trabalham 24 horas para
observar as imagens transmitidas pelas 250 câmeras espalhadas pela
cidade.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome