Operação Mãos à Obra garante R$ 132 milhões em investimentos para São José

O programa foi lançado pela prefeita Adeliana Dal Pont, nesta quinta-feira (12)

0
169

Na contramão de muitos municípios que estão com dificuldades para pagar as contas, a prefeita Adeliana Dal Pont lançou, na tarde desta quinta-feira (12), a Operação Mãos à Obra, um programa de investimentos de R$132 milhões para a execução de obras nas áreas de Infraestrutura, Educação, Saúde, Lazer, Cultura, Esporte, Segurança e Trânsito, Urbanismo e Meio Ambiente. A iniciativa prevê a realização de centenas de obras e ações de desenvolvimento para São José até o final de 2020.

O lançamento da Operação Mãos à Obra contou com a presença do vice-prefeito Neri Amaral; do presidente da Câmara Municipal, vereador Michel Schlemper; dos vereadores Nardi Arruda, Abel Veiga, Meri Hang, Moacir da Silva, Alexandre Rosa, Wallace de Souza; de secretários e servidores municipais, imprensa e demais representantes da comunidade.

Para a prefeita Adeliana Dal Pont, o programa representa um importante passo para o desenvolvimento do município, que atualmente está com suas contas em dia e se destaca como a quarta maior economia do estado de Santa Catarina. As obras foram projetadas para atender as demandas das comunidades e garantir mais qualidade de vida para os moradores das diversas regiões da cidade.

  

“Desde 2013 estamos nos dedicando a este processo de arrumação da casa. São seis anos de trabalho, em que pagamos e acertamos muitas contas. Agora podemos dizer que a Prefeitura de São José é sustentável, com uma arrecadação própria que chega a 52%, que nos dá autonomia para firmar parcerias, convênios e captar recursos para lançar um programa de obras com este volume”, comentou a prefeita, ao explicar como São José conseguiu fôlego para assegurar o investimento de R$ 132 milhões em obras.    

Na oportunidade, o presidente da Câmara, Michel Schlemper, parabenizou a gestão municipal e reforçou a parceria do Legislativo com as demandas prioritárias para o desenvolvimento de São José. “O Parlamento tem procurado dar sua contribuição ao Município fazendo uma gestão pautada na celeridade, na transparência e responsabilidade. Temos economizado recursos que são devolvidos para que o Executivo realize obras importantes, dando a resposta que o cidadão espera do poder público”, comentou Michel.

Confira as principais ações da Operação Mãos à Obra

Infraestrutura

Na área de Infraestrutura serão investidos cerca de R$ 70 milhões para atender importantes demandas da população. De acordo com a prefeita, o objetivo é manter as ruas da cidade em boas condições para o trânsito, melhorando a qualidade de vida e a mobilidade urbana.

Serão realizados serviços de drenagem, pavimentação e sinalização de mais de 100 ruas localizadas em bairros como Jardim Cidade Florianópolis, Kobrasol, Distrito Industrial, Fazenda Santo Antônio, Barreiros, Forquilhas, Forquilhinha, Flor de Nápolis, Picadas do Sul, Serraria, Ipiranga, Praia Comprida, Ponta de Baixo, Bela Vista e Centro Histórico. Nos recursos, também está prevista a reforma dos decks da Beira-Mar de São José, instalação de lixeiras e novos mobiliários.

Parte das obras está em fase de licitação, outras ainda em projeto e algumas já estão sendo iniciadas. Nesta segunda-feira (16), por exemplo, começa a obra de drenagem e pavimentação das ruas Pedro Bunn, Antônio Monn e Zabovari Schoereder, no bairro Jardim Cidade Florianópolis.

Educação

A Educação contará com um montante de R$ 26 milhões que será destinado à execução de obras de reforma e ampliação de unidades de ensino, além de aquisições de bens diversos como móveis, veículos, livros, equipamentos de informática, e mobiliário para aprimorar ainda mais a qualidade da Rede Municipal de São José.

Na parte de infraestrutura das unidades, serão feitas obras importantes como reforma de unidades (CEM Maria Iracema de Andrade; EBM Professor Altino Corsino da Silva Flores; CEI Renascer; CEM Santa Ana; CEI São José; CEM Santa Terezinha; Escola Profissional Santo Antônio; CEM Escola do Mar; CEI Araci Olivia da Silva; CEI Rosangela Caldas; e CEI Manoel Cunha), construção de muros e a reforma de telhados.

Também está prevista a reforma e cobertura das quadras poliesportivas para o CEM Araucária e EEF Potecas; nova pintura das unidades, além da construção de um trapiche para a Escola do Mar e reformas nos ginásios das regiões do Luar e Zanellato.

Saúde

Para ampliar e fortalecer os serviços prestados à população josefense na Saúde, a Prefeitura de São José está investindo um total de R$ 6,8 milhões. O recurso é destinado para conclusão da nova UBS Araucária (que será entregue ainda neste ano) e da UBS Real Parque; construção da UBS Vila Formosa e a implantação da UBS Goiabal. As obras representam um incremento de novos consultórios médicos, odontológicos, salas de vacina, curativo e farmácias para a rede da saúde pública municipal. Além disso, o recurso também irá garantir a reforma da Policlínica de Campinas, outra demanda importante para a comunidade.

Áreas de Lazer

A preservação dos espaços públicos e o resgate de áreas de convivência por meio da construção de novas áreas de lazer para a comunidade vêm sendo outra grande prioridade da gestão da prefeita Adeliana Dal Pont.

Na área está confirmado um investimento de R$ 17 milhões em obras como a construção do novo parque da Rua Francisco Nappi, no bairro Ipiranga, que deve ser iniciada nos próximos dias, e o novo Parque Linear Areias, já em licitação. Ainda estão em fase de projetos os novos parques Fazenda Santo Antônio, Sertão do Maruim e Ceniro Martins, além da revitalização da Praça das Orquídeas e do Ginásio de Esportes do bairro Bela Vista.

Também já está em licitação a obra de aterramento do sistema de iluminação pública do Centro Histórico de São José, que atenderá todo o entorno das praças Hercílio Luz e Arnoldo de Souza.

Cultura

Para resgatar os espaços culturais e incentivar o turismo, o Município também investe na recuperação dos prédios históricos da cidade. O investimento soma R$ 3, 5 milhões em obras como a terceira e última etapa da restauração do Theatro Adolpho Mello, o mais antigo de Santa Catarina e terceiro mais antigo do país; a reforma da Casa da Cultura Nésia Melo da Silveira, do Centro Multiuso e a recuperação do telhado do Museu Histórico de São José. Em fase de projeto, está a restauração do Casarão Moreira.

Esporte

O fomento ao Esporte tem sido outra prioridade da gestão. Nessa área o município prevê um investimento de R$ 1,7 milhão na construção do Complexo Esportivo Municipal em Forquilhinha. O local terá um campo de futebol com medidas oficiais; duas quadras de tênis com piso de saibro; duas quadras de vôlei de praia, duas quadras de futebol 7 com piso sintético e pista de atletismo com medidas oficiais certificadas pela Confederação Brasileira de Atletismo.

Segurança e Trânsito

Para contribuir com a melhoria da mobilidade e a segurança dos munícipes, a Prefeitura investirá R$ 4,6 milhões para reformar e instalar novos abrigos de ônibus, implantar novos totens de segurança, instalar placas de logradouros públicos, além de viabilizar a renoção da frota de veículos e adquirir kits de tecnologia para a Guarda Municipal de São José.

Meio Ambiente

Na área do Meio Ambiente serão investidos R$ 2,3 milhões para realizar a manutenção de praças, a limpeza, e a revitalização de áreas públicas.

SUSP

Para a Secretaria de Urbanismo e Serviços Públicos serão desatinados mais R$ 403 mil para a realização da manutenção e construção de gavetas nos cemitérios municipais.

Relação de obras previstas

Infraestrutura – R$ 70 milhões

– Drenagem, pavimentação e sinalização das ruas Pedro Bunn, Antônio Monn e Zabovari Schoereder (Jardim Cidade Florianópolis)

– Drenagem, pavimentação e sinalização das ruas Maria Justina Cunha, Caetano Costa Coelho e Domingos Caldas Barbosa (Areias) e Avenida Presidente Kennedy (Kobrasol)

– Drenagem, pavimentação e sinalização das ruas Francisco Severino de Souza, Governador José Boabaid, Gov Aderbal Ramos da Silva, Possíbio Silva do Vale (Distrito Industrial), Pedro Mairvone e Valdir João Sell (Fazenda Santo Antônio)

– Drenagem, pavimentação e sinalização das ruas Celso Bayma, Pintor Eduardo Dias, Marechal Rondon, São Judas Tadeu, Travessa Pintor Eduardo Dias com Celso Bayma, Manoel Loureiro, Santo Antônio e João José de Souza (Barreiros)

– Drenagem, pavimentação e sinalização das ruas Manoel Joaquim dos Santos, Manoel Sebastião de Souza, Servidão Antônio Lourenço (Forquilhinha), 25 de Dezembro, Santa Bárbara, São Lourenço, José Luiz de Souza (Flor de Nápolis), Antônio Elias, Subtenente Lairton Costa, João Josino da Silva (Picadas do Sul), 13 de Junho e Antônio Rafael (Picadas do Norte)

– Drenagem, pavimentação e sinalização das ruas Bertolino João Sagaz, Operários, Gaivota, João de Barro, Sabiá, Vicente Tomaz Coelho, Nelson Miguel da Silva, Vitória, Nova Caledônia, Cláudio Hoffmann, ligação das ruas Belo Horizonte com a Leo Augusto da Silva, e Alda Ribeiro Cajazeiras (Serraria)

– Drenagem, pavimentação e sinalização das ruas Amarildo Roling Guizoni, São Benedito, Padre Raulino Raitz, Elzida Schimidt Coelho, Fernandes Cardoso da Silva, ligação das ruas Fernandes Cardoso da Silva até a Álvaro Medeiros Santiago (Serraria), Duque de Caxias, Major Durval, Placides Arnoldo Meira, João Guilherme Azevedo, Travessa João Paulo Gaspar (Ipiranga)

– Drenagem, pavimentação e sinalização das ruas Julieta Silva de Melo, Aristides Schmitz e João Honorato da Silveira (Forquilhas)

– Drenagem, pavimentação e sinalização da Rua Alcides Coelho (Praia Comprida)

– Drenagem, pavimentação e sinalização da Rua Jandaia (Picadas do Sul)

– Pavimentação da Rua Assis Brasil (Ponta de Baixo)

– Pavimentação da Avenida Santa Catarina, Avenida Brasil, Bento Aguido Vieira, Catanduvas, Canoinhas, Canelinha, Chapecó, Capinzal, Campos Novos, Corupá, Criciúma, Curitibanos, Dionísio Cerqueira, Dona Ema, Francisca Campos, Florianópolis, Fraiburgo, Gisela, Gravatal, Garopaba, Gaspar, Guaramirim, Imarui, Ibirama, Indaial, José Antônio Tomaz, Joinville, Julia Schroeder, São José e Valmor Schroeder (Bela Vista)

Pavimentação das ruas Frederico Afonso, Padre Cunha, Dr Homero de Miranda Gomes e Gaspar Neves (Centro Histórico)

– Pavimentação das ruas Pedro Destri, Getúlio Vargas, Hilário Vieira e Avenida Acioni de Souza Filho (Praia Comprida)

– Pavimentação da Rua José Antônio Pereira (Ipiranga)

– Pavimentação da Rua Gerôncio Thives (Barreiros)

– Pavimentação das ruas Nossa Senhora dos Navegantes, João José da Cunha e Dona Lídia (Serraria)

– Pavimentação e drenagem da Rua Jacob Ferreira de Melo (Forquilhas)

– decks, lixeiras e mobiliário

Educação – R$ 26 milhões

Obras de infraestrutura: R$ 15,5 milhões

– nova sede do CEI Lisboa

– aquisição do imóvel, adaptação e mobiliário do CEI Ana Sperandio (Campinas)

– nova sede CEI Zanellato

– aquisição de terreno + aquisição de sede própria do CEI Sertão

– reforma das unidades: CEM Maria Iracema de Andrade; EBM Professor Altino Corsino da Silva Flores; CEI Renascer; CEM Santa Ana; CEI São José; CEM Santa Terezinha; Escola Profissional Santo Antônio; CEM Escola do Mar; CEI Araci Olivia da Silva; CEI Rosangela Caldas; e CEI Manoel Cunha

– cobertura das quadras poliesportivas: EEF Potecas e CEM Araucária

– reforma de quadras de esporte

– reforma dos ginásios: Luar e Zanellato

– novo trapiche para a Escola do Mar

– a construção de muros: CEM Maria Hortência e CEI Érica Schmidt

– reformas dos telhados: CEM Ceniro Martins e CEM Califórnia; Escola do Meio Ambiente e Escola Profissional Candido Amaro Damásio

– nova pintura das unidades

– projetos

Investimentos nas unidades: R$ 10,5 milhões

– aquisição de computadores e equipamentos de informática

– aquisição de mobiliário

– aquisição de móveis modulares

– sistema de gerenciamento acadêmico

– aquisição de livros e jogos pedagógicos

– aquisição e instalação de parques

– aquisição de data show

– aquisição de veículos frota SME (cinco veículos)

– aquisição de kit de robótica

– aquisição de kits de apoio à Educação, Matemática, Ciência e Tecnologia

– aquisição de quadros de vidro

Saúde – R$ 6,8 milhões

– UBS Araucária – seis consultórios médicos, três consultórios odontológicos, dois consultórios ginecológicos com banheiro, banheiros, sala de coleta hematológica, sala de inalação coletiva, três salas de procedimento, sala de curativos, sala de vacinas, sala de administração e gerência, sala de atividades coletivas, copa, sala de distribuição, sala de preparo, guarda pertences e almoxarifado.

 – UBS Real Parque – seis consultórios, dois consultórios odontológicos, farmácia, sala de imunização e sala de inalação coletiva, salas de procedimento.

– UBS Vila Formosa – sete consultórios, sala de imunização, sala de inalação coletiva, uma sala de atividades coletivas, farmácia, sala de curativos, coleta e três consultórios odontológicos.

– UBS Goiabal – quatro consultórios, sala de imunização, sala de inalação e curativo, farmácia e consultório odontológico.

– Reforma Policlínica de Campinas

Áreas de Lazer – R$ 17 milhões

– Aterramento do sistema de iluminação do Centro Histórico de São José

– Parque Francisco Nappi (Ipiranga) – alargamento e pavimentação da calçada, iluminação com LED, parque infantil com adaptações para pessoa com deficiência, área com academia ao ar livre e quadra poliesportiva

– Parque Linear Areias

– Parques Fazenda Santo Antônio, Sertão do Maruim e Ceniro Martins, além da revitalização da Praça das Orquídeas (Bela Vista)

– Revitalização do Ginásio de Esportes Bela Vista

Cultura – R$ 3,5 milhões

– Teatro Adolpho Mello – terceira e última etapa da restauração do prédio histórico do teatro mais antigo de Santa Catarina e terceiro mais antigo do país. Os recursos são do Fundo para Reconstituição de Bens Lesados (FRBL) do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e recursos próprios da Prefeitura. Nesta etapa será feita a recuperação completa da parte interna do teatro.

– Casa da Cultura Nésia Melo da Silveira: novo telhado, instalação elétrica, pintura, restauração de janelas e portas, construção de um jardim de inverno entre a edificação e o Theatro Adolpho Mello

– Reforma do Centro Multiuso – recuperação da Arena e do Teatro, instalação da parte elétrica e hidráulica; conserto do forro e fechaduras; pintura, sistema de som, higienização dos carpetes, cortinas e cadeiras, restauração do telhado e instalação do ar condicionado central

– reforma do telhado do Museu Histórico de São José

– restauração do Casarão Moreira – em projeto

Esporte – R$ 1,7 milhão

Complexo Esportivo Municipal (Forquilhinha) – campo de futebol com medidas oficiais; duas quadras de tênis com piso de saibro; duas quadras de vôlei de praia, duas quadras de futebol 7 com piso sintético e pista de atletismo com medidas oficiais certificadas pela Confederação Brasileira de Atletismo.

Segurança e Trânsito – R$ 4,6 milhões

– Placas de logradouros públicos

– Reforma de abrigos de ônibus

– Novos abrigos

– Totens de segurança

– aquisição de kits de tecnologia para GM

– renovação da frota de veículos

Meio Ambiente – R$ 2,3 milhões

– manutenção de praças, limpeza, revitalização de áreas públicas

Susp – R$ 403 mil

– manutenção e construção de gavetas nos cemitérios municipais