Prefeitura da Capital dá ordem de serviço de R$ 1 milhão para reforma e ampliação da Escola Alfredo Rohr

Obra será executada em 12 meses

0
80

O vice-prefeito de Florianópolis João Batista Nunes e o secretário de Educação Maurício Fernandes Pereira, assinaram nesta terça-feira, a ordem de serviço para reforma e ampliação da Escola Básica Municipal João Alfredo Rohr, no Córrego Grande.
O valor estipulado para a obra é de um milhão seiscentos e cinquenta e seis mil reais. A reforma, que beneficiará 354 estudantes , será executada no prazo de 12 meses.
Estão previstas a alteração da entrada principal da escola, que será passada para o terreno de esquina, com a criação de um acesso coberto, bem como a ampliação da edificação existente, onde funcionará a biblioteca e a sala multimeios.

A relocação de laboratórios de ciências e de informática, atualização da instalação elétrica, para acrescentar projetores e aparelhos de ar-condicionado, e acessibilidade a todos os ambientes da escola reformados, também serão ações realizadas na unidade educativa.
“Como tantas outras escolas e creches que estamos entregando ordem de serviço, essa tem um sentimento muito especial para mim, pois foi nela que, com os meus irmãos e amigos, tive a oportunidade de aprender os primeiros passos da cidadania”, afirmou o vice-prefeito João Batista Nunes, que estudou na João Alfredo Rohr durante todo o ensino fundamental.

Segundo o secretário de Educação, Maurício Fernandes Pereira, a reforma trará melhorias para o cotidiano dos estudantes.  “Além de atualizações na estrutura, também poderemos oferecer espaços educacionais novos e mais confortáveis”, ressalta.

Ações na unidade educativa

• Alteração da entrada principal da escola, passando para o terreno de esquina, com
criação de um acesso coberto
• Ampliação da edificação existente para implantação da biblioteca e da sala multimeios;
• Ampliação de parte da edificação principal para relocação de uma cozinha, despensa, lavandeira, copa de funcionários, vestiário de funcionários, sala de professores e sala de reforço.
• Ampliação do refeitório com a incorporação da antiga cozinha e despensa;
• Reforma do atual sanitário/vestiário de funcionários transformando-o em sanitário acessível com chuveiro e trocador, além de ventilação natural;
• Alteração do layout de alguns ambientes para concentrar as salas administrativas junto ao novo acesso, e criação de laboratórios de ciências e de informática;
• Construção do muro na parte nova da escola prevendo estacionamento com duas vagas para pessoas com deficiência
• Acessibilidade a todos os ambientes da escola reformados (pisos, sinalização
podotátil, corredores com pastilha cromo diferenciada, prever calçadas e passeios
externos acessíveis);
• Revestimento da circulação das salas de aula em pastilha, com a instalação de corrimão ao longo do percurso;
• Construção dos Depósitos de resíduos permanente e provisório de lixo;
• Substituição das folhas das portas internas das salas de aula para garantir a acessibilidade devido à utilização de fechadura inapropriada;
• Revisão do sistema de drenagem pluvial.
• Atualização da instalação elétrica, e nas salas de aula já reformadas, acrescentar projetores e aparelhos de ar-condicionado;
• Atualização do cabeamento, inclusive nas salas de aula;
• Adequação das instalações preventivas contra incêndio.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome