Prefeitura entrega 165 óculos para alunos de duas escolas, no Aririú e Rio Grande

Mais de 1. 300 estudantes, de 5 a 15 anos, já foram beneficiados pelo programa Criança com Visão, lançado em 2018.

0
12
Créditos: ADRIEL DOUGLAS/PMP

Em mais duas etapas do programa Criança com Visão, a Prefeitura de
Palhoça entregou 165 óculos de grau para estudantes do ensino
fundamental. Na quarta-feira (9), mais 140 óculos de grau foram
entregues para estudantes da Escola Básica Municipal Prefeito Reinaldo
Weingartner, no bairro Rio Grande. E, na manhã desta quinta-feira (10),
às 10h30, foram beneficiados 25 alunos da Escola Básica Municipal
Nossa Senhora de Fátima, na “região da Gruta”, bairro Aririú. O
programa, lançado oficialmente em 10 de abril de 2018, já beneficiou,
com óculos de grau, mais de 1.300 crianças, na faixa etária de 5 a 15
anos.

Criador do programa, o prefeito Camilo Martins defende o Criança com
Visão, por considerá-lo mais uma ferramenta para facilitar o
desenvolvimento do estudante na escola. “O programa Criança com Visão
é importante porque, ao eliminar a dificuldade visual da criança, os
óculos facilitam o aprendizado. Não há como admitir que uma criança
tente, mas não consiga aprender porque enxerga mal”, comentou.
“Isso só me faz ter certeza que esse é um dos melhores programas da
administração municipal’, comentou.

Ainda segundo relato do prefeito, “é impressionante o índice de
crianças com deficiência de visão. Enquanto a média nacional é de
12%, em Palhoça 18 a 20% dos alunos têm algum tipo de deficiência
visual. Nós, da administração pública, não podemos abandonar essas
crianças, a maioria de famílias são de baixa renda. A função do
Criança com Visão é eliminar essas deficiências”, afirmou.

Rosinei de Souza Horácio, secretário municipal de Saúde, fala do
procedimento rotineiro para a concessão de óculos, que tem início com
um teste de acuidade visual. “Um profissional optometrista realiza os
testes para definir a capacidade visual de cada aluno em distinguir
detalhes de contorno e forma. E sempre que é detectado algum tipo de
patologia, a criança é encaminhada a um oftalmologista”, salienta o
secretário.

Quando constatada a necessidade de uma criança usar óculos de grau,
os pais são convocados, para opinar sobre a escolha do tipo de
armação. Segundo o coordenador técnico do programa, Alex Sandro
Schwider, a Prefeitura está entregando óculos modernos, evitando
aqueles modelos denominados “fundo de garrafa”, que as crianças
até deixavam de usar, por questão de estética, pois causavam
constrangimento.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome