Exposição apresenta referências culturais da cidade

“A Cultura Popular na Pintura de Tércio da Gama” inicia nesta segunda-feira (11)

0
16

O Museu da Escola catarinense- MESC abrigará a exposição que contempla mais de 20 obras do artista que expressam as referências culturais da cidade de Florianópolis e o legado açoriano. O Boi de Mamão, os casarios, a ponte Hercílio Luz, as bruxas, as rendas, enfim muitas outras características do imaginário ilhéu fazem parte desta mostra de cor e infinitas expressões.

Haverá uma oficina de formação para professores, no dia 11/11 às 13 horas, no Museu da Escola Catarinense apresentada pela artista visual, professora e pesquisadora Andressa Argenta.

Foram elaborados conteúdos para esta formação, que estão organizados na Cartilha de Ação Formativa, a ser distribuída entre os participantes. Também será disponibilizada no site do MESC (http://www1.udesc.br/museudaescola) após o evento. As cartilhas vêm acompanhadas de encartes em alto relevo tátil de exemplares das obras de Tercio.

Com o intuito de oportunizar a acessibilidade, foi realizada uma seleção cuidadosa de uma obra do artista para confecção de uma peça em 3D (obra tátil) e etiquetas de identificação em braile nas obras da mostra.

O projeto expositivo e inclusivo contemplado pela Prefeitura Municipal de Florianópolis através de edital via Fundo Municipal de Cultura através da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude e Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes.

Tércio da Gama

É natural de Florianópolis – SC, nascido em 1933, artista plástico com carreira consolidada no mundo das artes. Iniciou oficialmente em 1958 sua produção artística construída a partir de referencias da cultura ilhoa.

Pintor e desenhista autodidata, Tércio realizou muitas exposições individuais e coletivas, tendo sido premiado com menções honrosas e homenagens por sua contribuição ao mundo da arte.

Foi um dos artistas integrantes e formador do Grupo de Artistas Plásticos de Florianópolis – GAPF, criado nos anos 1950. Compunham a formação inicial e a continuidade do grupo, diversos outros artistas que na época, eram considerados um tanto revolucionários da arte: Aldo Nunes, Dimas Rosa, Ernesto Meyer Filho, Hiedy de Assis Corrêa (Hassis), Hugo Mund Júnior, Pedro Paulo Vecchietti, Rodrigo de Haro, Tércio da Gama, Thales Brognoli e Jair Plat.

O projeto tem a produção executiva da Rede Marketing Cultural.

Serviço
O QUE: Exposição “A Cultura Popular na Pintura de Tércio da Gama”
ABERTURA 11 de novembro, 17 horas – Encerramento: 27 de novembro 2019
PERIODO: De 11/11 à 27/11/2019
ONDE: Museu da Escola Catarinense (MESC)
ENDEREÇO: Rua Saldanha Marinho, 196 – Centro – Fpolis I (48) 3664-8113 /8110
HORÁRIO: segunda a sexta, 13 às 19 horas; sábado, 10 às 16 h
AGENDAMENTO de visitas com Bruna 99921 -3222 e Daniela (48 99972-5414)

Curadoria
Maria Teresa Lira Collares (Teresa Collares)
Ação educativa: Andressa Argenta

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome