Prefeitura projeta alongamento de calçadas para humanizar bairros de São José

A iniciativa visa garantir mais conforto e segurança, além do embelezamento da paisagem urbana

0
52

A Prefeitura de São José, por meio da Secretaria Municipal de
Segurança, Defesa Social e Transito, está realizando o alongamento de
algumas calçadas na cidade. O objetivo é promover mais conforto e
segurança a motoristas e pedestres, além de contribuir com o
embelezamento da paisagem urbana. Inicialmente, o projeto está sendo
realizado em Campinas e no Real Parque.

A iniciativa é proposta pelo Setor de Engenharia de Trânsito para que
os futuros empreendimentos construídos na cidade possam compensar o
impacto que as novas construções provocam nos bairros. A medida
contribui com a redução da velocidade dos veículos, o aumento da
visibilidade entre motorista e pedestre, a redução na distância de
travessia e ampliação da área destinada aos pedestres, além de
garantir mais acessibilidade por meio da colocação de rampas para
cadeirantes.

“Quando um novo prédio é construído, sempre há um aumento de
pessoas e veículos circulando no local. Por isso, o alongamento de
determinadas calçadas é importante para promover mais segurança para
aqueles que circulam naquela área, além de contribuir com a
humanização dos espaços públicos e o embelezamento da cidade”,
explica a secretaria de Segurança, Andréa Pacheco.

Um dos projetos pilotos de alongamento de calçada, que prevê também a
instalação de bancos e jardins, está em fase de construção na Rua
Osni João Vieira com a Rua Coronel Eleseu Guilherme e esquina com a
Avenida Salvador di Bernardi, em Campinas. No entorno do CEI Cristo Rei,
no bairro Real Parque, outro espaço com a mesma proposta também já
foi construído na Rua Alceu Amoroso Lima e tem sido bem aceito pela
comunidade.

“Nosso desejo é estender o projeto também para outras escolas à
medida das nossas possibilidades e contribuir para que o entorno das
unidades escolares transformem-se em espaços mais valorizados e
humanizados”, completa a secretária Andréa Pacheco.