Prefeitura de São José promove 1º Fórum de Justiça e Práticas Restaurativas

Com o tema Violência Doméstica – Mulheres, o evento será realizado nos dias 10 e 11 de março, no Centro Multiuso

0
89

A Prefeitura de São José, por meio da Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Social e Trânsito, em parceria com o Núcleo de Justiça e Práticas Restaurativas (NUPRAR), Fundação Municipal de Cultura e Turismo e o Poder Judiciário de Santa Catarina, está promovendo o 1º Fórum de Justiça e Práticas Restaurativas. Com o tema Violência Doméstica – Mulheres, o evento contará com palestras, debates e oficinas nos dias 10 e 11 de março, das 8h às 18h, no Centro Multiuso. As inscrições podem ser feitas pela internet – https://forms.gle/yw66WgawWfo7NcSr9 – até o dia 7 de março.

No dia 10 de março, a palestra de abertura será proferida pela titular do juizado Especial Criminal e de combate à violência doméstica e familiar contra a mulher de São José, Lilian Telles de Sá Vieira, que tratará sobre as experiências no campo da Justiça Restaurativa, com ênfase na violência doméstica e familiar. Ao longo do dia, serão realizadas palestras e debates de temas como Justiça Restaurativa, Transformação de Conflitos, Grupo reflexivo de homens e a Rede Catarina.

No período da tarde, a titular do juizado da violência doméstica de Novo Hamburgo (RS), Andréa Hoch Cenne, ministrará a palestra “Justiça Restaurativa e Violência Doméstica contra a Mulher: uma Construção Possível”. Na sequência, a professora Marciane Ferreira apresentará “A escola como instrumento de prevenção à violência doméstica”. Para finalizar, haverá o compartilhamento das experiências do NUPRAR (Núcleo de Práticas Restaurativas) no município.

No dia 11 de março, a programação segue com a sessão temática Práticas Restaurativas, com palestras sobre a “Violência psicológica contra a mulher: o dano psíquico como crime de lesão corporal” e “Justiça Restaurativa em Lages: histórico e desafios nos eixos da educação, socioeducativo, violência doméstica e comunitária”. Para finalizar a sessão de palestras, o professor do departamento de Antropologia da UFSC, Theófilos Rifiotis, apresentará as questões relacionadas aos desafios na violência de gênero. Haverá também oficinas de defesa pessoal, Constelação Familiar e Círculos de Construção de Paz – Empoderamento Feminino.

Os participantes poderão conferir, nos dois dias do evento, a exposição fotográfica “Espelho Meu” e a exposição de artesanatos da Casa de Oleiros.

O evento ainda terá um ponto de coleta de alimentos não perecíveis para a doação, com o intuito de ajudar locais de acolhimento às mulheres vítimas de violência doméstica em São José.

Justiça e Práticas Restaurativas em São José

O Projeto Justiça e Práticas Restaurativas: um caminho para a Cultura de Paz no município de São José começou a ser escrito em meados de junho de 2018. Para embasar o projeto e conhecer o que está sendo realizada em outros municípios, em setembro de 2018, uma comitiva de São José foi até Caxias do Sul (RS), cidade referência em Justiça Restaurativa no Brasil. Lá puderam presenciar as ações bem sucedidas, desenvolvidas com a Guarda Municipal, Fórum e escolas.

Assim, uma equipe da Secretaria de Segurança começou a promover palestras com os servidores das secretarias da Saúde, Educação e Assistência Social, com o objetivo de difundir o conhecimento sobre os temas: Justiça e Práticas Restaurativas e Comunicação Não Violenta. Além de pesquisar possíveis facilitadores para trabalharem por uma cultura de paz no município.

Um ano após o início do processo de implantação da Justiça Restaurativa em São José, em junho de 2019, a Secretaria de Segurança promoveu o Curso de Facilitador em Círculos de Justiça Restaurativa e Construção de Paz não conflitivos, ministrado pela psicóloga Rafaela Duso, formando 25 facilitadores, a maioria, servidores efetivos da Prefeitura.

O NUPRAR foi instituído com o objetivo de promover o estudo de temas relacionados à Justiça Restaurativa, Comunicação Não Violenta e Círculos de Construção e Paz, a supervisão/orientação dos trabalhos realizados pelos facilitadores além de procurar disseminar, incentivar e divulgar, as práticas restaurativas voltadas ao desenvolvimento da cultura de paz em São José.

Serviço:

O quê: 1º Fórum de Justiça e Práticas Restaurativas de São José – Violência Doméstica – Mulheres

Quando: dias 10 e 11 de março, das 8h às 18h

Onde: Centro Multiuso de São José – Av. Acioni Souza Filho, s/n – Campinas

Inscrição: Gratuitas pelo link – https://forms.gle/yw66WgawWfo7NcSr9