Prefeitura de Florianópolis alerta que cuidado e prevenção à dengue devem continuar no inverno

Mesmo durante os dias mais frios, as ações de combate por meio da administração municipal continuam

0
59

A Prefeitura de Florianópolis, por meio do Centro de Controle de Zoonoses, alerta que, apesar de menos numerosas, as larvas do Aedes aegypti continuam se proliferando no inverno. Mesmo durante os dias mais frios, as ações de combate por meio da administração municipal continuam. A temperatura diminui o número de casos, mas é uma importante brecha para se preparar para temperaturas mais elevadas.

Em relação ao mesmo período do ano passado, a Capital acumula 327 focos a mais de mosquito da dengue. Somente neste ano, foram registrados 1.450 focos, contra 1.123 em 2019.

Para eliminação destes focos, as visitas domiciliares são intensificadas nos imóveis que estiverem em um raio de 300 metros do local, para eliminar possíveis criadouros, que são frequentemente encontrados em vasos e pratinhos de plantas, pneus, baldes, piscinas, entre outros.

A população deve aproveitar este momento de distanciamento social para cuidar do seu quintal e prestar atenção nas orientações sobre prevenção contra o mosquito. Os agentes de combate às endemias estão identificados por camiseta ou colete do Centro de Zoonoses ou crachás do órgão, e são eles os responsáveis por verificar os espaços e possíveis criadouros. A ação de controle é refeita a cada dois meses, para evitar o surgimento de novos focos nos locais já visitados anteriormente.

Exemplos de ações de prevenção

– Limpeza do quintal, jogando fora o que não é utilizado;
– Retirada de água dos pratos de plantas;
– Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;
– Eliminação de recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas dos terrenos;
– Limpeza e escovação de recipientes como vasilhas de água e comida de animais, pratos de plantas, tonéis e caixas d’água, por exemplo, mantendo os mesmos sempre limpos.

Mais informações sobre a doença, prevenção e sintomas, podem ser consultadas por meio do site: http://www.pmf.sc.gov.br/dengue/. As denúncias de locais abandonados que possam ter criadouros do mosquito podem ser feitas no https://bit.ly/denunciavisa ou pelo fone (48) 3212-3902.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome