Imóveis irregulares no Itacorubi e no Ribeirão da Ilha são alvo de fiscalização de esgoto

Blitz da Prefeitura e da Casan autua três proprietários por crime ambiental

0
300

Em fiscalização contra esgoto irregular, a Prefeitura de Florianópolis e a Casan inspecionaram imóveis nos bairros Itacorubi e Ribeirão da Ilha, com três casos de crime ambiental: uma casa no Itacorubi e duas no Ribeirão lançavam esgoto diretamente na rede pluvial. Os proprietários foram autuados e receberam prazo de duas semanas para corrigir as irregularidades.

No primeiro dia de operação, terça-feira, a força-tarefa do Grupo Sanear Floripa – composto por fiscais e técnicos da Casan, Secretaria de Infraestrutura, Vigilância em Saúde, Floram e ECHOA Engenharia, empresa responsável pelo programa Floripa Se Liga Na Rede – foi ao bairro Itacorubi.

O caso mais grave se deu em casa familiar na Rua Itaboraí. Com máquina de lavar, tanque e vaso sanitário conectados na rede pluvial – e não na rede coletora, como é o correto –, o imóvel entupiu a boca de lobo, extravasando esgoto pela rua. A Floram autuou o proprietário por crime ambiental; a Vigilância em Saúde requereu a apresentação do Habite-se.

Outra inspeção realizada no bairro teve como alvo churrascaria localizada na Rua Salvatina Feliciana dos Santos. Neste caso, a ligação de esgoto estava em situação regular.

No Ribeirão da Ilha, a fiscalização atuou na Rua São Francisco de Sales e na Servidão Walter Henrique Leopoldo Hoeschl. Ao todo, na ação de quarta-feira, seis imóveis foram visitados, resultando em mais duas autuações por crime ambiental – ambas, como no Itacorubi, por esgoto lançado na rede pluvial.

Após testes nos pontos hidráulicos, a equipe técnica da Blitz Sanear detectou que, em uma das casas, a pia do banheiro era a causa do problema; na outra, o tanque e a máquina de lavar tinham os efluentes despejados na pluvial. A Floram deu o prazo de quinze dias para que os proprietários façam as adequações.

Dentre os demais imóveis do Ribeirão, em dois não foi possível realizar testes: sem rede pluvial, a equipe não pôde observar o esgoto, impossibilitando precisar a sua destinação. Outras duas casas encontravam-se fechadas durante a ação da Blitz.

Blitz Sanear

A Blitz Sanear é uma força-tarefa da Prefeitura Municipal de Florianópolis e da Casan, por meio do Grupo Sanear Floripa, criada com o objetivo de fiscalizar ligações irregulares de esgoto que causem prejuízos ao meio ambiente e à saúde pública.

Com ações semanais realizadas desde outubro de 2018, a Blitz Sanear – conhecida anteriormente como Blitz Se Liga Na Rede – já inspecionou residências, imóveis comerciais, shopping centers, hotéis, restaurantes, pousadas, condomínios e edifícios em mais de 30 localidades de Florianópolis. Na semana passada, o grupo fez operações nos bairros Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui.