Esclerose múltipla é tema de ação social dia 19 no Meu Jardim Food Park do Estreito

Ação muito bacana vai rolar dia 19 de fevereiro no Meu Jardim Food Park do Estreiro em prol da causa da Esclerose Múltipla em SC

0
242

No dia 19 de fevereiro, das 19h às 23 horas, vai acontecer o EMVOLVER, uma ação beneficente em prol da causa da EM, a Esclerose Múltipla, no Meu Jardim Food Park, unidade do bairro Estreito.  O evento será promovido em conjunto pelo Meu Jardim Food Park, o movimento Sou Estreito e Não Largo, e pela AFLOREM, – Associação Florianópolis e Região de Esclerose Múltipla que, desde 2004, orienta, acolhe e apoia na Capital pacientes com Esclerose Múltipla, e familiares, vindos de todas as regiões do Estado. Nesta noite, além de orientações à população sobre a doença, 10% do valor de todas as vendas das sete opções gastronômicas e bares do local será doado para a instituição. A partir das 19h30, terá apresentação acústica do músico Fidellis e uma seresta da Velha Guarda da Unidos da Coloninha. “Abrirmos as portas do Meu Jardim Food Park para este evento nos faz ter certeza que podemos contribuir com as pessoas envolvidas nesta causa de maneira real, prática, e fazer nossa parte, assim como esperamos que muitas pessoas venham fazer a sua parte neste dia, porque juntos somos muito mais fortes”, diz Fabio de Sousa do Meu Jardim Food Park.

No Mundo, são mais de 2,5 bilhões de casos, pelo menos 35 mil deles no Brasil sendo, segundo dados atuais da Secretaria Estadual de Saúde, 702 o número de pacientes diagnosticados oficialmente com Esclerose Múltipla em Santa Catarina. “Como a média da ABEM – Associação Brasileira de Esclerose Múltipla, é de 15 pacientes para 100 mil habitantes no país, há estimativas que projetam o número de pacientes para mais de 1000 no Estado, e boa parte deste público busca informação, diagnóstico, tratamento e acompanhamento na Capital, por isso precisamos ampliar nossa rede de orientações e atendimentos”, explica  Suellen Alves, diagnosticada om Esclerose Múltipla há quase 20 anos, e membro da AFLOREM. Suellen conta ainda que “nestes 15 anos de existência a Associação focou suas atividades mais em palestras e acolhimento mas, a partir de 2020, vai poder atender e suprir a carência do SUS, onde, devido a demanda, um paciente pode esparar até seis meses por atendimento, um prazo inviável para muitos casos”. A doença neurológica crônica pode se manifestar com vários sintomas, não tem uma causa determinada, e em seu processo as células de defesa do organismo atacam o próprio sistema nervoso central, provocando a perda de mielina, uma substância cuja função é fazer com que o impulso nervoso percorra os neurônios de forma rápida. De alterações visuais a dormência, e de problemas de bexiga a fadiga ou depressão, são muitas as possibilidades de sintomas da EM e, por isso, há necessidade de cuidados tão singulares.

“Neste momento em que estamos buscando envolvimento com propósito de moradores e não moradores do Estreito com as aptidões comerciais, culturais ou sociais do bairro, percebemos um importante espírito de comunidade no EMVOLVER,  e por isso apoiamos a causa que não está distante de nós”, afirma Jorge Dolzan do movimento “Sou Estreito e Não Largo”.  Com sede no bairro Estreito, ao menos 200 pessoas são atendidas pela AFLOREM, entre pacientes e familiares, vindos de todas as regiões do estado. Pensando no bem-estar destes pacientes, além esclarecer sobre a Esclerose Múltipla, incluindo a necessidade de exames para disgnóstico precoce, através do projeto EMVOLVER a AFLOREM busca arrecadar fundos para construir uma sala neurofuncional com equipamentos, e instalação do espaço de neuro reabilitação (neurofucional). Para atingir o objetivo, além de eventos como  do dia 19 de fevereiro, a AFLOREM também recebe doações através de seu site, o aflorem.org.br, um canal bem completo de informações sobre a Esclerose Múltipla.

Em tempo: O  conceito do nome EMVOLVER está na junção do EM (sigla usada para Esclerose Múltipla), mais a noção da patologia que está no portador (portador aqui é quem  “transportada” por ele,  é quem  “levada consigo”)  no momento da descoberta da doença que faz a pessoa “voltar a si”, “tornar a si”, “voltar-se” (verbos relacionados a VOLVER)

SERVIÇO DO BEM

O QUÊ:  EMVOLVER – Ação beneficente em prol da AFLOREM, Associação Florianópolis e Região de Esclerose Múltipla
Doação de 10% das vendas da noite para a construção da sala neurofuncional e espaço de neuro reabilitação.

ATRAÇÕES: Fidellis e Seresta da Velha Guarda da Unidos da Coloninha

QUANDO: dia 19 de fevereiro de 2020 – Quarta-feira – das 19 às 23 horas.

ONDE: Meu Jardim FoodPark, Rua Fulvio Aducci, 492, Estreito, Florianópolis, SC.

REALIZAÇÃO: AFLOREM, MEU JARDIM FOOD PARK e SOU ESTREITO E NÃO LARGO

DOAÇÕES:
BANCO 748
Cooperativo Sicred SA – Bansicred
Agência: 0226
Conta: 73.723-2
Associação Florianópolis e Região de Esclerose Múltipla