Prefeitura da Capital cria cartão-merenda para crianças carentes sem aulas

De acordo com o município, todas as crianças cujo as famílias estão cadastradas no programa Bolsa Família, e são da rede municipal de Florianópolis, terão acesso ao benefício

2
1154

O Prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, anunciou na manhã desta quarta-feira, 18 de março, a criação do “cartão-merenda escola” que vai pagar uma cesta básica mensal para cada aluno carente da rede municipal de ensino de Florianópolis durante a suspensão das aulas. De acordo com o município, todas as crianças cujo as famílias estão cadastradas no programa Bolsa Família, e são da rede municipal de Florianópolis, terão acesso ao benefício.

“Há muitas crianças que dependem da escola para se alimentar diariamente, tomar café, almoçar e até jantar. Essas famílias estão passando dificuldade em alimentar seus filhos com a suspensão temporárias das aulas. Eles são nossa prioridade no momento”, explicou Gean.

A Prefeitura espera que em até 7 dias o cartão esteja disponível seja fisicamente ou virtualmente para as famílias já poderem utilizar. O valor só poderá ser utilizado em compras de alimentos. Nos próximos dias o município vai divulgar como as famílias poderão pegar o cartão.

SERVIÇOS ESSENCIAIS DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SEGUEM MANTIDOS EM FLORIANÓPOLIS

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Assistência Social, informa que os serviços essenciais do órgão estarão funcionando normalmente nesta quarta-feira, 18. Conselhos Tutelares, Passarela da Cidadania e demais abrigos para pessoas em situação de rua e para crianças e adolescentes continuam funcionando. Todos os serviços estão adequados às normas da Vigilância Sanitária do Município.

Os serviços como Cras, Creas, Centro Pop, e Cremv, estarão fechados amanhã.

ALÔ SAÚDE

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Saúde, informa que devida a alta procura, de pessoas de fora da Cidade as ligações feitas pelo 0800 do alô saúde Floripa podem estar demorando mais que o tempo médio esperado para serem atendidas. Apenas em 24h a central recebeu mais de 6.500 ligações, muitas delas, até mesmo de outros estados como Rio de Janeiro, Paraná e São Paulo, por exemplo.

Por se tratar de um novo serviço, alguns ajustes são necessários. Durante todo dia a equipe de técnicos está se reunindo com medidas para solucionar possíveis falhas. A recomendação continua sendo a mesma, que pessoas que suspeitem de infecção pelo novo coronavírus entrem em contato pelo número 0800.333.3233.

A população que não for da Cidade deve ligar no número 136 do Ministério da Saúde, para esclarecer dúvidas. Dúvidas sobre o coronavírus também podem ser esclarecidas por meio do site: http://alosaudefloripa.com.br/.

2 comentários

  1. Minha pergunta e ,as crianças com doença crônica como asma não vai entra nessa campanha da gripe ?Tenho duas filhas que todo ano tamam. Como vai ficar sem proteção se elas também estão em risco no caso do corona ?

Comments are closed.