Trabalho no feriado de 1º de maio: termo aditivo permite comércio aberto na Região Metropolitana

Medida vale para os municípios de abrangência do Sindilojas de Florianópolis e Região

0
471

O Sindicato do Comércio Varejista de Florianópolis e Região (Sindilojas) e os sindicatos dos profissionais do comércio de São José, Palhoça e região, num momento excepcional, assinaram, nesta terça (28), um termo aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho, que, em função da pandemia de Covid-19, permite o trabalho no feriado do dia 1º de maio de 2020 – Dia do Trabalhador, nas empresas de Águas Mornas, Alfredo Wagner, Angelina, Anitápolis, Antônio Carlos, Biguaçu, Florianópolis, Garopaba, Governador Celso Ramos, Leoberto Leal, Palhoça, Paulo Lopes, Rancho Queimado, Santo Amaro da Imperatriz, São Bonifácio, São José e São Pedro de Alcântara.

De acordo com Paulino de Melo Wagner, um a mais de dia de trabalho depois de tanto tempo parado em função da quarentena vai significar ganhos tanto para as empresas quanto para os colaboradores.

Ainda segundo o Termo Aditivo da Convenção Coletiva, as horas trabalhadas não poderão ser compensadas. Serão remuneradas com adicional de 100% sobre o valor da hora normal – o cálculo a ser considerado é do valor do salário-hora recebido pelo emprego do mês imediatamente anterior à eventual redução do salário e de trabalho. Além disso, os empregados que trabalharem neste feriado deverão receber R$ 33 para alimentação, e as horas trabalhadas serão pagas na folha de pagamento do mês em curso.

O não cumprimento deste Termo Aditivo de Convenção Coletiva de Trabalho poderá sofrer sanções de acordo com o previsto na Convenção Trabalhista. O termo abrangerá a categoria de empregados do comércio varejista.