Coronavírus: Prefeitura de São José firma parceria com programa da Unimed

O contrato é vinculado à startup de inteligência artificial LAURA, capaz de prever a demanda por atendimento a pessoas suspeitas de infecção por Covid-19

0
124

Devido ao aumento de casos do novo Coronavírus e a alta demanda de pacientes que procuram os serviços de Saúde, a prefeita Adeliana Dal Pont assinou, nesta semana, um convênio gratuito com a Unimed. O contrato é vinculado à startup de inteligência artificial LAURA, capaz de prever a demanda por atendimento a pessoas suspeitas de infecção por Covid-19. A solução P.A. Digital está sendo disponibilizada pela cooperativa médica na forma de parceria aos 17 municípios que fazem parte de sua área de abrangência.

A partir de uma plataforma totalmente online, que será disponibilizada em breve por celular, tablet ou computador, a população poderá tirar dúvidas sobre o Coronavírus e passar por uma triagem virtual, de acordo com os critérios estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS), sem a necessidade de se deslocar até os serviços de Saúde. “É uma ótima ferramenta para monitorar e controlar melhor a pandemia. Assim poderemos tomar decisões mais rápidas, precisas e assertivas para proteger vidas”, afirma a secretária de Saúde, Sinara Simioni.

Com o P.A. digital, o cidadão poderá ter acesso aos serviços da atenção primária em Saúde, avaliando os sintomas do Coronavírus, sem sair de casa, pelo site ou pelo número de telefone que serão disponibilizados em breve pela Prefeitura. Os moradores serão atendidos por uma assistente virtual e responderão um questionário para triagem dos casos. Com essa nova plataforma de tecnologia, os sintomáticos serão encaminhados às unidades de atendimento do município.

Atualmente São José possui o Centro de Referência para Sintomáticos Respiratórios, instalado no CATI. E, a partir dessa plataforma de previsão, a equipe que faz a gestão dos casos conseguirá mapear os pacientes monitorados, a evolução de cada quadro e quais precisarão de atendimento com prioridade. Para situações consideradas como não crítica, o cidadão receberá por mensagens telefônicas orientações de prevenção e acompanhamento do quadro de Saúde pelos 14 dias seguintes, até ser descartada a infecção por Covid ou identificada a necessidade de atendimento médico.

“Tudo o que estiver ao alcance para somar forças às equipes de saúde na pandemia é bem-vindo. Tecnologias como essa, de alta performance, dão respostas rápidas, ajudam nas tomadas de decisões e, principalmente, protegem vidas”, avalia o presidente da cooperativa médica, Théo Fernando Bub.