Governo de SC destina R$ 3,4 milhões para manutenção e abertura de novas incubadoras

O objetivo é impulsionar o empreendedorismo inovador e sustentável, com impacto na geração de emprego e renda

0
30
Foto: Cristiano Estrela / Arquivo / Secom

Toda a rede de tecnologia e inovação de Santa Catarina vai receber um importante reforço nos próximos meses. O Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), investirá R$ 3,4 milhões para manutenção e abertura de novas incubadoras em todas as regiões. O objetivo é impulsionar o empreendedorismo inovador e sustentável, com impacto na geração de emprego e renda.

“Adotamos, desde 2019, diversas medidas para incentivar o empreendedorismo catarinense. Desburocratizamos a abertura de empresas e investimos em iniciativas para promover a tecnologia em nosso estado. O resultado é que somos hoje um estado mais inovador, com reconhecimento nacional inclusive na área de serviço público”, reforça o governador Carlos Moisés.

Para participar, as instituições deverão apresentar um projeto envolvendo pesquisa científica e tecnológica ou empreendedorismo. As inscrições podem ser feitas diretamente na plataforma da Fapesc até 26 de outubro. O resultado final será divulgado em 06 de novembro.

Serão contempladas até 25 propostas. Destas, 18 serão para manutenção de incubadoras já em operação e outras sete para criação de estrutura para novos negócios.

Os valores repassados pela Fapesc variam entre R$ 100 mil e 150 mil. Os recursos poderão ser usados para pagamentos de despesas correntes, como materiais de consumo, além da compra de equipamentos e de materiais permanentes.

Segundo o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, o apoio dado pela fundação é fundamental para o fortalecimento do ecossistema de inovação em Santa Catarina. “As incubadoras são um importante instrumento para a geração de novas startups e elo essencial entre os empreendedores, a academia e o mercado. Elas terão a missão de gerar novos empreendimentos, emprego e renda nas diversas regiões”, ressalta.

A gerente de Inovação da Fapesc, Gabriela Mager, reforça que esses recursos são importantes para atender as necessidades dos ambientes que apoiam o surgimento e o desenvolvimento de novas startups. “A ideia é que haja cada vez mais a interação entre as incubadoras e seus incubados com a rede dos Centros de Inovação do Estado”, comenta.

Hoje Santa Catarina conta com 31 espaços para incubação. A ideia é que, com o edital da Fapesc, o número salte para 38, resultando em novas empresas.

Para mais informações sobre o edital, acesse www.fapesc.sc.gov.br.

Incentivo à Inovação

A Fapesc também está com inscrições abertas para a nova edição do Prêmio Inovação Catarinense – Professor Caspar Erich Stemmer. Serão homenageados personalidades e entidades com trajetória de atuação no setor. O prazo para participar vai até 03 de novembro.

Os primeiros colocados em 11 categorias vão receber ao todo R$ 330 mil. Serão R$ 15 mil para o primeiro lugar, R$ 10 mil para o segundo e R$ 5 mil para o terceiro, além de certificado e troféu.

Já foram realizadas oito edições do prêmio. Mais de 100 personalidades e instituições receberam homenagens desde 2009.

Acompanhe mais detalhes nas redes sociais da Fapesc. Confira facebook.com/fapesc.gov e instagram.com/fapesc.sc.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome