Cresce procura por projetos de geração de energia fotovoltaica em Santa Catarina

Potência instalada em SC já representa 5,1% da produção nacional de energia gerada a partir do sol.

0
103
Energia Solar Quantum Solar Divulgação

A geração de energia a partir do sol em Santa Catarina segue cenário de crescimento, colocando o Estado na 7ª posição no Ranking Estadual de Geração Distribuída da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar). No relatório de outubro, SC conta com 190,7 MW de potência instalada, representando 5,1% da produção nacional desse tipo de energia. Em setembro, eram 146,7 MW, o que significava 4,3% da produção nacional.

E a tendência é otimista, conforme o Plano Decenal de Expansão de Energia 2030 (PDE 2030), que projeta crescimento de investimentos em capacidade instalada na ordem de R$ 70 bilhões nos próximos 10 anos no Brasil. Desse montante, 93% será de fonte fotovoltaica segundo o relatório, divulgado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) e a
Empresa de Pesquisa Energética (EPE) em setembro.

Novas parcerias também chegam para acelerar o acesso a essa tecnologia junto a empresários catarinenses interessados em gerar energia limpa, reduzir gastos com energia elétrica e, ainda, fortalecer sua responsabilidade ambiental. Um exemplo são as parcerias firmadas pela Quantum Solar com a Unicred Florianópolis e a Unicred Vale Europeu, que
resultaram em linhas de crédito com taxas convidativas. Para financiamentos na regional Florianópolis, a taxa é a partir de CDI + 0,25. No Vale Europeu, que abrange Blumenau e região, é a partir de CDI + 0,30%.

Apostar em energia solar é um investimento que retorna rápido. “O payback, que é o tempo que o valor do investimento leva para retornar na forma de economia na conta de luz, é de cerca de cinco anos”, destaca o gerente da Quantum Solar, Julio Cesar Ferreira da Silva. Outra vantagem é que esses projetos podem ser adotados por pequenos, médios
ou grandes negócios, com instalação podendo ser feita em telhado, solo ou sobre a água. Além de ter baixa demanda de manutenção, sendo que as placas fotovoltaicas duram até 25 anos.

Oportunidade que foi aproveitada em outubro pelo Grupo Geração, de Florianópolis (SC), uma das mais importantes concessionárias do Estado, com 20 anos no mercado e presença em sete municípios com 11 lojas. O contrato assinado com a Quantum Solar resultará na
construção de uma usina de solo em Biguaçu, na Grande Florianópolis, a qual deve ser uma das maiores do gênero na região. “Essa parceria é muito importante para nós, não representando apenas economia na conta de energia elétrica, mas uma contribuição efetiva nossa para o meio ambiente”, destaca Sandro Boeira Garcia, diretor do Grupo Geração. O
negócio foi fechado com uso da linha de crédito junto à Unicred Florianópolis.

Outra empresa que apostou na energia fotovoltaica é a Blukit, de Blumenau (SC), referência em hidráulica e gás. O projeto executado pela Quantum Solar, com 2.202 módulos fotovoltaicos, entrou em operação em maio de 2020 como a maior usina solar de telhado em Santa Catarina na categoria geração distribuída junto à carga. Ou seja,
que tem toda energia gerada usada via autoconsumo ou autoconsumo remoto. Com o projeto, a Blukit deixará de lançar 14.563.711 quilos de CO2 (maior causador do efeito estufa) na atmosfera nos próximos 25 anos, o que equivale a 97 milhões de quilômetros rodados de carro.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome