Câmara Regional do Movimento SC pela Educação discute apoio a trabalhadores afetados pela crise

Nos próximos meses o esforço será concentrado no auxílio a profissionais afetados pela pandemia.

0
56

A Câmara Regional Sudeste do Movimento Santa Catarina pela Educação promoveu reunião virtual para debater a mudança no foco das ações para o período 2020 – 2021. Nos próximos meses o esforço será concentrado no auxílio a profissionais afetados pela pandemia.

“Estamos vivendo um período desafiador e é fundamental reunirmos diversas entidades em prol de um objetivo muito nobre e de extrema relevância para a sociedade catarinense, que é a educação.  Iremos trabalhar unidos para alcançar o objetivo de apoiar trabalhadores e
empresas neste momento”, diz o vice-presidente regional da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Fernando Rocha.

Assessor de Responsabilidade Social da entidade, Sandro Volpato Faria diz que o Movimento vai qualificar os trabalhadores que perderam seu posto de trabalho e profissionais que buscam aperfeiçoamento para ocupar uma nova vaga.

“Teremos uma plataforma que fará a aproximação entre as partes envolvidas. Será um canal de comunicação entre a pessoa desempregada e a empresa, com links para cadastrar currículos e vagas de emprego, além de trilhas de aprendizagem gratuitas que abordarão temas como mundo digital, matemática, português, inglês, competências socioemocionais e lógica de programação. A intenção é proporcionar qualificações transversais, em nível básico, e numa segunda etapa oferecer capacitações com temas específicos”, diz.

Liderado pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina – FIESC, o Movimento SC pela Educação reúne representantes dos setores econômicos, dos sindicatos patronais e laborais, dos setores educacionais, da sociedade civil e do poder público e busca melhorar a
escolaridade, a qualificação profissional e a qualidade do ensino no Estado.