Definidos os campeões do 32º Circuito Oceânico da Ilha de Santa Catarina

Em uma semana com todos os tipos de condição e temperatura, as tripulações foram testadas ao extremo em um evento técnico

0
69
Mesmo com leve chuva e ventos rondados, comissão conseguiu realizar uma regata barla-sota e uma de percurso médio em Florianópolis - Fotos: Daniel Mafra/Veleiros da Ilha

O 32º Circuito Oceânico da Ilha de Santa Catarina conheceu seus campões neste sábado (30) após quatro dias de competição em Jurerê, na Sede Oceânica do Veleiros da Ilha. Em uma semana com todos os tipos de condição e temperatura, as tripulações foram testadas ao extremo em um evento técnico e que contou com a presença de alguns dos melhores velejadores do país. Neste sábado foram realizadas a regata de percurso médio para as classes RGS Cruzeiro, Bico de Proa e Star, e uma regata barla-sota para as classes C30, IRC, ORC e RGS.

“Finalizamos nosso 32º Circuito Oceânico com sensação de dever cumprido. Foi um evento que colocou todos os velejadores em prova devido às situações de regata. Tivemos ventos rondados, tempo aberto, chuva e dias clássicos de Jurerê. Além disso, conseguimos receber muito bem todos os atletas e estamos gratos pela presença da flotilha oceânica. O Veleiros da Ilha está sempre de portas abertas para organizar os eventos e apoiar a vela”, declarou o Comodoro Junior.

Como previso, as boas disputas deixaram para o sábado a definição dos campões nas sete classes. Na IRC, o Xamã confirmou o título com 6 pontos perdidos, à frente do Crioula, vice-campeão, e Salvo Conduto, terceiro colocado. Na ORC, o Catuana Kim, do Iate Clube de Santa Catarina, confirmou o título também com 4 pontos perdidos, vencendo todas as regatas do programa. O vice-campeonato da classe foi para o Santa Fé e o terceiro para o Dourado.

Na classe C30, como sempre as regatas foram muito disputadas e o resultado foi conhecido apenas na última disputa de barla-sota. O Caballo Loco confirmou o título com 12pp, mesma pontuação do Corta Vento (ICSC), vice-campeão, após desempate. O terceiro lugar também foi definido por critérios de desempate, com o  Katana/Portobello em terceiro lugar o Zeus em quarto, ambos do Veleiros da Ilha.

Na RGS, o Bruxo conquistou mais um título para o Veleiros da Ilha com campanha invicta na classe, vencendo todas as regatas. Dona Bola, em segundo, Split, em terceiro, completaram a flotilha. Outro catarinense que também confirmou a vitória no 32º Circuito Oceânico foi o Terra Firme, campeão na RGS Cruzeiro à frente do Mako IV (2º) e Nimbus (3º).

Completando a lista de vencedores do 32º Circuito Oceânico, o Harmonya levou o título na classe Bico de Proa fechando as disputas à frente de Bicho D´Água e Colibri, segundo e terceiro colocados, respectivamente. Na classe Star, o Supimpa confirmou a vitória, com Ippon na segunda posição e 7018 em terceiro.

Resultados finais do 32º Circuito Oceânico da Ilha de Santa Catarina

ORC: Catuana Kim (SC)

IRC: Xamã (SP) – 6pp

C30: Caballo Loco (SP) – 12pp 12pp corta vento katana 13pp zeus 13pp

RGS: Bruxo (SC) – 4pp

RGS Cruzeiro: Terra Firme (SC)

Bico de Proa: Harmonya (SC)

Star: Supimpa (SC)

IRC A: Crioula (RS)

IRC B: Xamã (SP)

RGS A: Dona Bola (RJ)

RGS B: Bruxo (SC)

Bico de Proa A: Harmonya (SC)

Bico de Proa B: Colibri (SC)

RGS Cruzeiro A: Quival (SC)

RGS Cruzeiro B: Terra Firme (SC)

O 32º Circuito Oceânico da Ilha de Santa Catarina faz parte do PROJETO CALENDÁRIO NÁUTICO 2019/2020- Cidade de Florianópolis – ANO 4 – Nº SLIE: 1813953-12 – Processo nº 58000.005543/2018-31, e conta com os patrocínios das empresas ENGIE Energia, Nortox, Diprape, Casas D’Agua, Bry Tecnologia e ainda do patrocinador pessoa física Sr. Umberto Gobbato.