Professora da rede municipal de Florianópolis participa de livro espanhol sobre música

Capítulo aborda as preferências musicais de jovens dos cursos de pedagogia

0
47
Professora Gislene Natera

A professora de música da rede municipal de ensino de Florianópolis, Gislene Natera, escreveu um capítulo em coautoria com a professora Teresa Mateiro, da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), que foi recentemente publicado no livro “Comunicación, educación y juventude:nuevas formas de aprender y eseñar em la era digital”, da editora Espanhola Egregius (Sevilla).

Gislene está atualmente cursando doutorado no Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), sob orientação da professora doutora Gilka Girardello e coorientação da professora Teresa Mateiro. Ela realizou estudos por seis meses na Universidad de Granada (Espanha) e teve oportunidade de participar do “V Congreso Internacional Comunicación y Pensamiento”.

Pesquisa com estudantes de universidade pública

O capítulo intitulado “Preferencias musicales y consumo de medios entre jóvenes del curso de Pedagogia” contempla discussões fundamentadas em um questionário aplicado a 49 estudantes de um curso de Pedagogia, de uma universidade pública brasileira.

Professora Teresa Mateiro

A universidade integra a coleta de dados de uma pesquisa mais ampla acerca da inserção das práticas musicais na formação acadêmico-profissional de professoras na perspectiva da mídia-educação.

O referencial teórico baseia-se em conceitos relacionados com preferências musicais, gostos, gêneros e estilos. Os dados revelaram que o maior consumo predominou em MPB, Pop Internacional, Reggae, Funk e Rap.

Evolução da educação

O secretário municipal de Educação Maurício Fernandes Pereira afirma que as pesquisas em mídia-educação, como as das Professora Gislene e Teresa Mateiro são fontes valiosas de inspiração e conhecimento. “Ainda mais neste momento de crise mundial por conta da pandemia por Covid-19, quando estudantes e professores precisam buscar novas formas de ensino e aprendizagem, as quais passam ampliação dos meios de comunicação, pelo uso das tecnologias e do ensino híbrido”.

Para a professora Gislene é muito importante que os professores da rede municipal de ensino de Florianópolis, sejam estimulados a fazer pesquisas de mestrado e doutorado. “No meu caso, que investigo a música na perspectiva da mídia-educação, sinto que autores como David Buckingham e Henry Giroux entre outros, me ajudam a reconstruir uma professora mais crítica, criativa, reflexiva e intelectual”, afirma a professora.

“Esta pesquisa de doutorado me fez estudar mais sobre a música no contexto da formação acadêmica-profissional dos cursos de Pedagogia. É um campo com poucas pesquisas e que necessita de mais estudos para que possamos ampliar as parecerias entre pedagogos e professores de música” relata a professora da UDESC, Teresa Mateiro.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome