Tios são presos em investigação por estupro de menor de idade

Os presos são tios da vítima. As prisões ocorreram na tarde de terça-feira (30)

0
212

A Polícia Civil cumpriu mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça contra um homem e uma mulher em Palhoça, na Grande Florianópolis, por estupro de vulnerável majorado pelo concurso de pessoas e pela relação familiar.

Os presos são tios da vítima. As prisões ocorreram na tarde de terça-feira (30) por policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Palhoça.

De acordo com as investigações, os abusos sexuais ocorreram quando a vítima tinha entre 7 e 9 anos e eram praticados pelo seu tio, com a participação, de sua esposa.

Após a busca de elementos de autoria e materialidade do delito, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva de ambos, visto que também presentes os seus pressupostos. As medidas então foram deferidas pela Justiça. O inquérito policial já foi finalizado e encaminhado ao Judiciário. Os presos foram para o sistema prisional.

OUTRAS OCORRÊNCIAS:

POLÍCIA CIVIL CAPTURA EM SC HOMEM CONDENADO A 28 ANOS DE PRISÃO POR ESTUPRO DE VULNERÁVEL NO PARANÁ

A Polícia Civil cumpriu em São José, na Grande Florianópolis, um mandado de prisão por sentença definitiva expedido pela Justiça do Paraná contra um homem condenado a 28 anos de prisão por estupro de vulnerável praticado contra diversas crianças na Comarca de Pato Branco (PR).

A prisão ocorreu na terça-feira (30) por policiais civis da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC). O homem tem 63 anos e é natural de Itapejara D’Oeste (PR).

As diligências ocorreram em apoio à solicitação da Polícia Civil do Paraná em razão da gravidade do caso e da repercussão na comunidade onde ocorreram os fatos.

POLÍCIA CIVIL PRENDE DOIS FORAGIDOS DA JUSTIÇA EM PALHOÇA

A Polícia Civil efetuou a prisão de dois foragidos da Justiça, no bairro Brejaru, em Palhoça. As prisões foram realizadas pela Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC).

Um dos mandados de prisão foi expedido pela Vara Criminal da Comarca de Criciúma, em razão de sentença penal pela prática de crime de roubo majorado, e o outro pela 2ª Vara Criminal de Palhoça em razão de sentença condenatória por tráfico de drogas. Os presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Palhoça.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome