Deputado de SC quer que padres e pastores tenham prioridade na vacinação

Além desses, o texto cita também conselheiros tutelares, missionários, e demais ministros religiosos

0
113
Deputado estadual Sergio Motta (Republicanos)

O deputado estadual Sergio Motta (Republicanos) apresentou Projeto de Lei (PL) para que padres e pastores recebam a vacina contra a Covid-19 de forma prioritária em Santa Catarina.

Além desses, o texto cita também conselheiros tutelares, missionários, e demais ministros religiosos. Segundo o parlamentar, esse grupo tem muito contato com o público, faz atendimento em locais fechados, visita domicílios, e pratica ações junto à população em situação de rua ou com vulnerabilidade social, se expondo a risco.

A criação de leis e outras ações legislativas na área religiosa e assistencial é uma das principais bandeiras de Motta, que é bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus.

O PL ainda não iniciou a tramitação, mas precisa passar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), de Trabalho, Administração e Serviço Público, e também de Saúde, antes de ser levada a plenário.

Em Santa Catarina, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) afirma que segue as prioridades de vacinação definidas pelo Ministério da Saúde. Atualmente, o Estado vacina idosos, profissionais de saúde, população indígena e deve iniciar a imunização de profissionais da segurança e de quilombolas.

Com informações da Rede Catarinense de Notícias.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome