Bruno Souza aciona MP-SC para investigar caso de apagão no Hospital Regional de São José

No intervalo de duas semanas o hospital entrou em uma “Operação de Crise”, segundo trecho dos documentos analisados pela equipe #FiscalizaSC.

0
79
Foto: Rodolfo Espínola / AgênciaAL

O Deputado Estadual Bruno Souza (NOVO), apresentou nesta quarta-feira (07, à Assembleia Legislativa de Santa Catarina representação enviada ao Ministério Público reivindicando apuração sobre suposta omissão por parte da Secretaria de Estado da Saúde (SES) no caso dos apagões no Hospital Regional de São José (HRSJ), após diversas denúncias no mês de março. O documento visa à abertura de inquérito civil por atos de irresponsabilidade.

Bruno Souza lembrou que os apagões aconteceram nos dias 12 e 28 de março de 2021, quando o HRSJ e o Instituto de Cardiologia de Santa Catarina (ICSC) ficaram às escuras nas duas ocasiões, trazendo caos e graves riscos aos pacientes internados. “Não dá para aceitar que, devido a falta de planejamento da SES, os hospitais sofreram blackouts,
os pacientes ficaram em risco, e ainda, a compra dos suprimentos hospitalares seja feita as pressas, afetando, de forma consciente, um dos princípios da administração pública, o da economia”, pontuou.

A equipe de investigação do #FiscalizaSC – projeto desenvolvido por Bruno Souza em seu gabinete – localizou ofícios tanto do HRSJ, quanto do ICSC, que citam a gravidade dos fatos, afirmando que houve riscos à vida dos pacientes. “O documento confirma que pessoas tiveram que ser ressuscitadas manualmente”, alertou.

Alguns processos estão abertos desde 2019, apresentando extrema gravidade e a necessidade da manutenção preventiva e corretiva do quadro elétrico do HRSJ. Todos esses processos foram mencionados depois do 1º apagão, para registrar que já havia histórico de pedidos de manutenção pelas direções dos hospitais à SES e, ao que parece, nunca foram atendidos.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome