Com a EJA, população do Mocotó vai concluir o ensino fundamental

Inauguração do polo da Prefeitura de Florianópolis ocorreu nessa quinta-feira

2
190

Nessa quinta-feira, a Prefeitura de Florianópolis abriu oficialmente mais um polo da Educação de Jovens , Adultos e Idosos. Foi no Morro do Mocotó, região central da cidade. Com isso, sobe para 27 o número de localidade para atender pessoas , a partir de 15 anos, que querem se alfabetizar ou concluir o ensino fundamental.

“Nossa metade é dar oportunidades, é proporcionar meios para que a população possa resgatar cada vez mais a sua autoestima, que seja letrada e que se prepare de forma mais adequada para o mercado de trabalho”, declara o vice-prefeito da Capital, Topázio Silveira Neto.

Em parceria com a Associação de Amigos da Criança e do Adolescente do Morro do Mocotó (Acam), duas turmas foram abertas.

No horário das 14h às 17h, estão matriculados 12 estudantes, que terão aulas na terça, quinta e sexta-feira. No período das 19h às 21h estarão frequentando a modalidade de ensino 19 pessoas, de segunda a quinta-feira.
A demanda no Morro do Mocotó é para moradores que ainda não concluíram o ensino fundamental.

Os interessados em participar das turmas, podem se dirigir, no horário de aula, à sede da Associação de Amigos da Criança e do Adolescente do Morro do Mocotó para se matricularem. Podem entrar em contato também, para outros detalhes, com a Secretaria de Educação pelos telefones 3251-6102 ou 3212-0925.
A modalidade de ensino atende pessoas a partir de 15 anos. Mas, não há limite máximo de idade.

“Quem tiver 60, 70 anos, venha estudar na EJA. Estamos de portas abertas, sempre”, observa o secretário de Educação Maurício Fernandes Pereira.

Com um modelo pedagógico próprio que parte do interesse e das questões da vida real de cada estudante, estão matriculados na Educação de Jovens, Adultos e Idosos mais de 1.800 pessoas.

2 comentários

Comments are closed.