Programa Inova Talentos recebe propostas para inovação na indústria

Empresas, Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) e entidades do terceiro setor sediadas no estado podem submeter projetos

0
853

O Programa Inova Talentos, cujo objetivo é apoiar projetos inovadores de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PDI), está com um chamada aberta em fluxo contínuo. O edital foi feito em colaboração com a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) por meio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL). Empresas, Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) e entidades do terceiro setor sediadas no estado podem submeter projetos.

As propostas de PDI devem conter inovação radical ou incremental, por meio de inovação em produtos, em processos, organizacional, em design, em marketing e em modelo de negócios, que visem ao aumento da competitividade e o desenvolvimento social, econômico, científico e tecnológico do estado de Santa Catarina.

“A inovação é uma estratégia significativa e importante para o estado de Santa Catarina e para a Fapesc”, afirmou o presidente da fundação, Fábio Zabot Holthausen. “Com o Inova Talentos, essa articulação com a Fiesc e com o IEL, nós procuramos possibilitar a inserção de profissionais que tenham a capacidade de alavancar projetos de inovação para a indústria. Isso vai permitir um desenvolvimento acelerado da inovação e melhores resultados da indústria catarinense, com entregas para toda a sociedade. É uma parceria extremamente estratégica que com certeza dará frutos não só para a implantação de projetos na indústria, mas também para o desenvolvimento econômico e sustentável de todo o estado”.

Para o diretor de Inovação e Competitividade da Fiesc, José Eduardo Fiates, o Inova Talentos é uma oportunidade: “O programa Inova Talentos é extremamente importante para jovens, estudantes e profissionais que possuem uma capacidade técnica diferenciada e que tenham uma capacidade de empreender e inovar, de desenvolver um novo projeto, um novo produto, a fim de trabalhar em empresas que oferecem grandes desafios de inovação e oportunidades de crescimento na carreira.”

O projeto deve ter duração máxima de dois anos, podendo ser renovável por mais um ano. O valor das bolsas, que podem ser de R$ 3,5 mil, R$ 4,5 mil ou R$ 6 mil (conforme o tempo de experiência do profissional), serão bancadas pela proponente.

Os interessados devem fazer a inscrição no site do Inova Talentos. O papel do IEL é promover a articulação dos atores, recursos e mecanismos para fomentar a inovação como fator chave da competitividade das empresas e demais atores do Ecossistema de CTI do Estado. O Instituto também é desenvolvedor da metodologia para a articulação de projetos Inova Talentos, visando a promover a inovação, a inserção e o desenvolvimento de talentos nas empresas

O IEL fará a assessoria técnica e o acompanhamento da submissão da proposta na Plataforma de CTI da Fapesc. Após a submissão, a avaliação de mérito ocorrerá em até 30 dias. Até o 5º dia útil após esta etapa serão divulgados os aprovados no site da Fapesc.

“Por meio deste programa, as empresas podem contar com talentos nas áreas de desenvolvimento dos projetos”, definiu a  gerente de Eventos em Ciência, Tecnologia e Inovação da Fapesc, Ana Paula Netto Carneiro. E os números mostram isso. Desde o início do programa em Santa Catarina, 45 projetos foram aprovados em 24 empresas com 78 bolsistas – 38 graduados, 40 mestres e cinco doutores. Isso significou um investimento de R$ 5,2 milhões.

Clique aqui para acessar o edital