Como dar aulas atrativas? A professora Vanda Hickmann responde

Ela é profissional da Escola Básica Municipal de Florianópolis Brigadeiro Eduardo Gomes

0
180

A professora Vanda Hickmann ministra aulas para os quartos anos do ensino fundamental da Escola Básica Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes, no Campeche, em Florianópolis.

Pelo sistema híbrido, a principal plataforma utilizada por ela é o “google sala de aula” e todos os seus recursos associados.
As aulas ocorrem em tempo real, as crianças em casa assistem e interagem com o mesmo conteúdo desenvolvido em sala de aula.

“Sempre converso bastante com a equipe pedagógica, principalmente com a supervisora Fernanda Aparecida de Oliveira para adequar os conteúdos dos livros didáticos a uma aula mais expositiva e interativa”, relata.

Para as aulas se tornarem atrativas e dinâmicas, ela trabalha com jogos e com construção de sites para que as turmas exercitem, entre tantas atividades, a produção textual, correção ortográfica, coerência e coesão textual.
“O mais importante é que as minhas aulas são ministradas com bastante amor, respeito, humor e carinho para com os pequenos seres humanos”.

A professora gosta muito de tecnologias de educação e comunicação, aproveitando o período de pandemia para usar e aprender sobre a maioria delas. “Minhas fontes de informação são as mais variadas, desde a internet, com tutoriais, até o bate-papo com as colegas mais novas. “Quando as colegas trazem algo diferente, eu aproveito para incorporar”.

Também recorre à professora Greyce Bressan, da sala informatizada, além de trocar ideias com o Departamento de Tecnologias Educacionais da Secretaria Municipal de Educação.

Vanda lembra que as famílias também são grandes parceiras nesta pandemia, que têm um papel crucial. “Pais e mães se disponibilizam a ficar próximos aos estudantes para momentos de apoio com equipamentos e logística “.

“Ninguém consegue nada sozinho, se usarmos nossas mentes a favor do bem comum teremos um sucesso fantástico em conjunto”, declara.

Para o secretário de Educação, Maurício Fernandes Pereira, práticas como esta da professora Vanda traduzem o real sentido da proposta de ensino híbrido da rede municipal de ensino de Florianópolis. “Combinam o uso de tecnologia digital com as interações presenciais em sala de aula. Muito bom ver estudantes na sala de aula em sintonia com os colegas que estão em casa”, acrescenta.

PARCEIRO DE JORNADA DE APRENDIZAGEM

Vanda enfatiza que muitas famílias relatam sobre como os filhos delas têm se comportado de maneira mais confiante e desenvolta depois de participarem das aulas dela, uma vez que o interesse pelos estudos aumentou.
“Até colegas professores comentam sobre ‘o que acontece’, por que certas crianças mudaram de postura depois de terem aula contigo?’ “.

Conforme ela, na vida escolar é importante cuidar do ser integralmente, olhar para criança e enxergá-la como uma pessoa que tem muitas particularidades, e saber respeitar e admirar suas peculiaridades, usando esse impulso para ajudá-la a vencer seus medos e alcançar o êxito. “A partir daí você terá um parceiro para uma jornada de aprendizagem”.

NA REDE DESDE 2008

O nome completo da popular Vanda é Vanderlane Inês Hickmann, nascida em 19 de maio de 1973 em Venâncio Aires, Rio Grande do Sul.

Tem licenciatura plena em pedagogia dos anos iniciais do ensino fundamental e pós-graduação em práticas pedagógicas interdisciplinares.

Entrou na rede municipal de ensino de Florianópolis em 24 de fevereiro de 2008. Ministra língua portuguesa, matemática, história, geografia e ciências.

A EBM Eduardo Brigadeiro Gomes foi a primeira unidade educacional da Vanda. Em 2010, assumiu o cargo de diretora na EBM Lupércio Belarmino da Silva (Caieira da Barra do Sul). Trabalhou em seguida na Escola Batista Pereira (Alto Ribeirão) e na Educação de Jovens , Adultos e Idosos (EJA) na Tapera.

Em 2019, retornou à EBM Brigadeiro Eduardo Gomes.