Veleiro Terroso é o campeão da 53ª Regata Volta à Ilha de Santa Catarina

Em um dia marcado por muitas desistências devido às difíceis condições, a tripulação do barco modelo Carabelli 54, conseguiu aproveitar bem os ventos que sopraram com mais intensidade

1
490
Regata que encerra o calendário náutico do Veleiros da Ilha é marcada por dia com muitas desistências devido às condições climáticas. Terroso (foto) foi o campeão geral - Fotos: Danilo Caboclo/SixComm

O Veleiro Terroso foi o grande campeão da 53ª Regata Volta à Ilha de Santa Catarina, evento que encerrou o calendário náutico do Veleiros da Ilha neste final de semana. Em um dia marcado por muitas desistências devido às difíceis condições, a tripulação do barco modelo Carabelli 54, conseguiu aproveitar bem os ventos que sopraram com mais intensidade do meio da manhã até o final de tarde para vencer a prova com 9h03m16s, completando a regata próximo das 19h10 deste sábado.

Com largada na Baía Sul, a Regata Volta à Ilha começou com vento nordeste de média intensidade. As mais de 30 equipes que participaram da etapa coloriram a raia com seus balões içados na primeira parte da disputa, que teve 75 milhas náuticas, cerca de 120 km, ao redor da Ilha de Santa Catarina.

Navegando sempre em direção ao sul, o sol foi companheiro das equipes durante todo o dia. Ao chegarem no extremo sul, o vento seguiu variando de norte e nordeste, mas soprando com mais força. Neste momento, a velejada passou a ficar mais desafiadora. Um longo percurso de contravento até o norte da Ilha fez com que muitas tripulações tivessem problemas.

Além disso, próximo das 18h o tempo mudou por completo e uma forte chuva caiu em Florianópolis, dificultando ainda mais as condições de regata. Quem se deu bem foi o Terroso, que conseguiu chegar em boas condições na última parte da prova e finalizar o percurso pegando pouca chuva. “Foi uma regata muito boa. Vento nordeste forte e a tripulação se superando. Conseguimos trabalhar bem. Foi uma disputa bem difícil. A chegada foi emocionante, já estávamos quase chegando quando começou a chover”, disse Daniel Matos, um dos tripulantes do Terroso.

A chuva durou pouco mais de uma hora, mas o suficiente para dificultar a vida das equipes. O vento parou em várias regiões e as tripulações precisaram ter bastante paciência para completar a regata. Somente outras três embarcações conseguiram finalizar o percurso ainda no sábado. Duas horas depois do Terroso, veio o Catuana Kim, seguido por Zeus Team, campeão da Classe C30, e Ponta Firme.

A madrugada chegou e as desistências começaram a ser anunciadas. No total, 16 equipes acabaram abandonando a Regata Volta à Ilha. O primeiro a chegar na madrugada de domingo foi o Salvo Conduto, campeão da classe IRC. Já passavam das 4h30 da manhã quando a equipe concluiu a regata seguido bem de perto pelo Santa Fé, sexto a cruzar a linha.

Na sequencia, próximo das 6h, vieram Pangea e Garrotilho, campeão da classe RGS Geral após tempo corrigido, e uma hora mais tarde completaram Pernalonga e Açores III. Mais algumas horas se passaram até a chegada da última embarcação. Já passava das 12h deste domingo quando o Neon III cruzou a linha próxima à Ponte Hercílio Luz para finalizar uma edição histórica da Regata Volta à Ilha.

A premiação da Regata Volta à Ilha de Santa Catarina acontece nesta quarta-feira, às 19h, na Sede Central do Veleiros da Ilha.

Campões da 53ª Regata Volta à Ilha

Geral – Fita Azul: Terroso

ORC: Terroso

IRC: Salvo Conduto

C30: Zeus Team

RGS Geral: Garrotilho

RGS Cruzeiro Geral: Neon III

1 comentário

Comments are closed.